Com um quarto dos gols de 2014, Pato anima namorada e Muricy

Dedicado à namorada, que estava na arquibancada do Pacaembu, o hat-trick de quarta-feira contra o Capivariano não somente colocou Alexandre Pato na artilharia do São Paulo como também já atingiu, disputados apenas dois jogos oficiais na temporada, um quarto dos gols marcados por ele em 2014 com a camisa tricolor.

Emprestado pelo Corinthians no ano passado, o atacante disputou 40 partidas e balançou a rede 12 vezes até dezembro. Uma média de 0,3 gol por jogo, considerada baixa para um jogador da sua posição, mas que ainda assim lhe garantiu a vice-artilharia da equipe, atrás apenas de Luis Fabiano, autor de 20 gols.

Depois de virar o ano em baixa, Pato teve poucos minutos para mostrar serviço na primeira rodada do Campeonato Paulista, diante do Penapolense, no fim de semana. “Dez ou 15 minutos”, lembrou Muricy Ramalho, ciente da insatisfação do camisa 11. “Sei que isso não é legal, porque jogador quer jogar mais tempo. Mas eu não desisto do atleta. Pode estar na pior fase do mundo”.

Djalma Vassão/Gazeta Press

A bela modelo e atriz Fiorella Mattheis prestigiou o primeiro jogo do namorado em 2015 na capital paulista

Em ótima fase no amor – namorando a bela modelo e atriz Fiorella Mattheis –, mas realmente em má fase nos jogos, Pato teve mesmo assim a confiança do treinador para iniciar a partida desta quarta-feira como titular, deixando Luis Fabiano no banco de reserva, e não o desapontou, anotando três gols e dando a assistência para outro (marcado por Alan Kardec), na vitória por 4 a 2. Antes disso, porém, recebeu mais um puxão de orelha.

“Conversamos muito ontem (terça-feira) e também na preleção de hoje (quarta-feira). Falei que ele tinha que dar mais, principalmente sem a bola. Hoje ele brigou um pouco mais e estava mais na área, como eu pedi. Ele foi bem”, animou-se. “Ele ofereceu para a namorada dele, né?”, sorriu, aproveitando para dedicar a segunda vitória à esposa. “Para minha mulher, eu ofereço todos os jogos. Ela é a número 1. Todos os jogos são dela”.

Quem também levou a parceira ao estádio foi o mandatário do São Paulo, Carlos Miguel Aidar, que assistiu ao jogo acompanhado de Cinira Maturana. Ela foi pivô de polêmica no final do ano passado por conta da descoberta de acordo em que lhe garantiria 20% de comissão em contratos que prospectasse para o clube presidido pelo namorado.

 

Fonte: Gazeta Esportiva

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*