Meta são-paulina é deixar zona de descenso antes de ‘maratona’

A comissão técnica do São Paulo tem certeza de que a equipe sentirá bastante a sequência de quatro jogos entre os dias 1º e 8 de setembro. Por isso, a meta é somar seis pontos contra Fluminense e Botafogo e deixar logo a faixa de descenso do Campeonato Brasileiro.

“Quatro jogos em oito dias vai ser algo muito corrido. E com viagens, jogos longe. Vai ser muito cansativo, então temos que tentar sair da zona de rebaixamento antes disso”, destaca o atacante Ademilson, ao revelar que isso foi tema de conversa com o elenco na quarta-feira.

Sergio Barzaghi/Gazeta Press

Autuori precisa quebrar jejum de 12 jogos do time

Experiência recente no exterior mostrou o quão negativo fisicamente é atuar tanto em tão pouco tempo. O São Paulo disputou quatro partidas de 31 de julho a 7 de agosto, tendo viajado por Alemanha, Portugal e Japão. Nesse período, perdeu três, venceu uma e lesionou os zagueiros Paulo Miranda e Edson Silva.

“Foi uma maratona desgastante”, lembra Ademilson, que prevê a mesma dificuldade na sequência pelo território brasileiro. “Vai ser difícil, sim, mas temos que jogar, então estamos treinando, nos preparando”.

Depois de enfrentar o Botafogo, no Rio de Janeiro, a equipe terá pela frente Náutico (Recife, no dia 3), Criciúma (Morumbi, no dia 5) e Coritiba (Curitiba, no dia 8). Uma logística complicada, tendo em conta as viagens para quatro capitais distantes umas das outras, sem tempo hábil para recuperação física.

Para cumprir a meta de seis pontos nos dois próximos jogos, o time treinado por Paulo Autuori precisa quebrar um jejum que já dura 12 jogos. A equipe não vence uma partida no Campeonato Brasileiro desde 29 de maio, quando bateu o Vasco. Por isso, ocupa o penúltimo lugar.

 

Fonte: Gazeta Esportiva

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*


Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.