Melhor momento no Peru e surpresa com Z4: Cueva fala do seu fim de ano

Cueva sente viver o melhor momento de sua carreira. Não só pela produtividade maior com a camisa do São Paulo nesta reta final de Campeonato Brasileiro, mas também por poder classificar o Peru para a Copa do Mundo de 2018. Algo que ele valoriza tanto quanto a qualidade de seus colegas de clube, mostrando surpresa com a briga do time para não ser rebaixado.

– É algo que me motiva saber que sou importante para o time e meus companheiros. Nesse momento, o mais importante é estarmos todos juntos para o São Paulo sair dessa situação. Jogadores como Pratto e Hernanes ajudam muito, mas o diferencial é que todos são importantes e estão trabalhando na mesma direção. Temos muitos jogadores de muita qualidade, não consigo pensar como estamos nessa situação na tabela.

Autor de nove gols e 11 assistências ao longo da temporada, Cueva diz que somente a fase mudou, já que sua atitude sempre se manteve igual. de qualquer forma, sua importância cresceu tanto que a diretoria conseguiu com a CBF que o jogo contra o Atlético-GO fosse adiantado para o dia 4, assim ele se tornará desfalques apenas por três rodadas – nos dias 11 e 15, enfrenta a Nova Zelândia na busca pela primeira Copa do Peru desde 1982.

– Faço o melhor por mim e pelo São Paulo. Queria que o time estivesse em outra posição, mas temos de continuar trabalhando. Não é um novo momento para mim, não mudou nada, faço o que sempre fiz. Sempre procuro ajudar os companheiros. Comecei muito bem o ano, depois tive uma lesão e não repeti o rendimento. Falaram muito sobre mim, mas nunca me escondi. Sinto que o que faço é importante para o grupo, precisamos continuar trabalhando juntos – indicou, feliz.

– É o momento mais importante da minha carreira. Trata-se do meu país, faz muitos anos que não vamos ao Mundial. Seria melhor ainda se estivéssemos brigando mais acima na tabela. Mas estou feliz, trabalhando forte e preparado para ajudar São Paulo e Peru. Até viajar, minha cabeça estará no São Paulo. Eu queria de estar em todos os jogos, mas nem sempre é possível. Tento defender o São Paulo e a seleção do Peru da mesma maneira.

Confira outros temas abordados por Cueva em sua entrevista coletiva dada antes do treino da manhã desta quarta-feira:

Sair do São Paulo
Sempre falei que só quero deixar o São Paulo com um título. Estou aqui há um ano e meio e ainda não consegui. Preciso continuar trabalhando.

Clássico de sábado
Jogo complicado, de muita intensidade, com dois times de qualidade. Mas eu me preocupo mais com o que devemos fazer do que com o adversário. Precisamos melhorar em muitos aspectos, mas temos um bom time. Podemos vencer. É um clássico, mas precisamos pensar na nossa situação, não importa a posição do Santos na tabela. Temos de ganhar o jogo e nos afastarmos um pouco mais da zona de rebaixamento.

Oscilação do time
O Brasileiro é muito difícil, todos os times são competitivos. Teremos uma chance contra um rival, que é o Santos. É um clássico, ganhar será muito importante para subirmos na tabela. Queremos repetir o que fizemos contra o Flamengo. Precisamos atuar com os pés no chão até o fim do campeonato.

Busca por sequência de vitórias
Queremos sempre ganhar os jogos, em casa ou como visitante. Mas sabemos que os rivais são muito fortes. Estamos bem em casa, no Morumbi ou no Pacaembu, mas precisamos ter uma regularidade de vitórias. É ter tranquilidade e humildade para sair dessa situação difícil. O que fizemos contra o Flamengo foi importante e temos que repetir para ter uma sequência de vitórias. Independentemente dos resultados, o grupo está dando o seu melhor. A chance de ganhar a segunda seguida é agora, contra o Santos. Temos que aproveitar.

 

Fonte: Lance

Um comentário em “Melhor momento no Peru e surpresa com Z4: Cueva fala do seu fim de ano

  1. eu sou uma torcedora fanática pelo o meu são Paulo. nos estamos sempre juntos por qui der e vier. o meu comentário é sobre a zaga do São Paulo que precisa melhorar ainda mais . creio que nós já estamos melhorando vamos vamos tricolor

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*