Melhor mandante em 2012, Tricolor vê seu rendimento em casa desabar

Muito da fraca campanha do São Paulo neste Brasileirão se deve ao fato de o time ter um péssimo retrospecto quando atua em casa. A derrota para o Criciúma por 2 a 1, quinta-feira à noite, foi a sexta nas nove partidas que o Tricolor foi mandante na competição nacional. Somando só duas vitórias e um empate em casa, o aproveitamento são-paulino no Morumbi é de apenas 25,9%, um número digno de quem briga contra o rebaixamento. Só o lanterna Náutico tem média inferior como mandante: 18,5%.

O curioso é que, no ano passado, o São Paulo teve ao lado do Atlético-MG o melhor rendimento como mandante, com 82,46% dos pontos conquistados. E muitos dos jogadores daquele time permanecem formando a espinha dorsal da equipe, como Rogério Ceni, Luis Fabiano, Jadson e Wellington.

Os jogadores lamentam a queda de produção e prometem tentar mudar o panorama. A torcida espera que isso aconteça já no próximo confronto do time no Morumbi, diante da Ponte Preta, na próxima quinta-feira. Antes disso, porém, haverá um compromisso fora de casa, contra o Coritiba, domingo, em Curitiba. E se também não está brilhando como visitante neste Brasileirão, ao menos o Tricolor conquistou 11 dos seus 18 pontos nessa condição.

– É complicado você não conseguir ir bem em casa e ir melhor fora. Nós temos de resolver isso, porque sempre foi muito importante garantir os pontos jogando no Morumbi.  Nós vínhamos em uma sequência boa e precisamos retomar isso – disse o zagueiro Rafael Toloi.

Luis Fabiano, que teve participação pífia na derrota para os catarinenses, deixou evidente a sua chateação com os resultados adversos no Morumbi. E ponderou que, como a situação está ruim, o melhor é garantir pontos longe da capital paulista.

– Nós vamos ter de correr fora de casa e conquistar os pontos, porque em casa está mesmo complicado. Mas isso precisa mudar alguma hora para sairmos dessa situação. Eu espero que seja nas próximas rodadas – disse o atacante.

Questionado sobre o desempenho sofrível da sua equipe quando atua no Morumbi, o técnico Paulo Autuori lembrou que o São Paulo havia vencido, no seu estádio, a partida anterior ao revés para o Criciúma: 2 a 1 sobre o Fluminense, no dia 25 de agosto. E o comandante também aproveitou para valorizar o apoio da torcida são-paulina.

– Contra o Fluminense não foi complicado (jogar em casa). E ainda temos de falar do apoio da nossa torcida. Não foi hoje (quinta-feira) que a torcida apoiou. Foi sempre. Não é só o fato de jogar bem ou não em casa, pois quando a instabilidade bate, você perde qualidade, dentro ou fora de casa – disse Autuori.

 

Fonte: Globo Esporte

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*


Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.