Maradona diz que gostaria de ver Bauza dirigindo a seleção argentina

Edgardo Bauza ganhou um defensor de peso na disputa pelo comando da seleção da Argentina: Diego Maradona. O ex-camisa 10 se colocou favorável ao treinador do São Paulo diante das opções que restaram à AFA – Marcelo Bielsa já rechaçou uma volta, enquanto Jorge Sampaoli disse que seria uma irresponsabilidade deixar o Sevilla (ESP) agora.

“Bielsa é o melhor de todos, porém gosto do Bauza porque não está manipulado”, afirmou Maradona, em entrevista à Rádio La Red, da Argentina.

Um dos maiores jogadores de todos os tempos, técnico da Argentina na Copa do Mundo de 2010, também falou da situação de Sampaoli.

“Se não brigarmos por Sampaoli estamos loucos”, destacou.

O ídolo argentino tem longa história de militância contra a AFA e fez severas críticas à entidade. Maradona atuou com Bauza na Copa de 1990, na Itália, quando conduziu a Argentina ao vice-campeonato. Quatro anos antes, no México, ele ergueu a taça no bicampeonato alviceleste.

Bauza segue treinando o São Paulo enquanto aguarda um convite da AFA. Ele conversou com os dirigentes na última sexta-feira, em Buenos Aires, e se colocou pronto para assumir o cargo.

 

Fonte: Lance30

2 comentários em “Maradona diz que gostaria de ver Bauza dirigindo a seleção argentina

  1. SP mais uma vez virou refem de técnicos, quando o tricolor era senhor de si, consciente de seu gingantismo e com uma diretoria competente isso NUNCA aconteceria pois se chegasse algum técnico e falasse que recebeu um convite para uma entrevista para dirigir o selecionado de um país, fosse ele estrangeiro ou brasileiro, o presidente diria que ele estaria então demitido de suas funções e livre para negociar sua vida com tal seleção e o SP seguiria a vida em busca de outro treinador para dirigi – lo, mas a historia NÃO é bem assim hoje e somos refem de técnicos e sem ALTIVEZ NENHUMA, TRISTE E LAMENTAVEL.

  2. O Bauza caiu no meu conceito depois de sua ultima escalação usando o wesley, Centurion, deixando o João e o Kelvim no banco. Até então eu vinha tolerando este tipo de coisa, pelas suas outras virtudes, mas já encheu o saco. Agora ele vai começar do zero, acho que merece uma nova chance, mas sem tolerância de paternalismo com os jogadores. Me preocupa um pouco se ele sair pelo estágio em que rola o campeonato, mudar de treinador no momento não seria uma boa, não acho mais imprescindível como até a pouco tempo acontecia. Não acho que esta dando a devida chance aos garotos, esta levando todo mundo na conversa neste quesito, põem no banco, joga um pouquinho e é só.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*


Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.