Má fase são-paulina preocupa Alvaro Pereira: “Não quero sair sem título”

O contrato ainda é longo, vai até 30 de junho de 2015, mas o momento turbulento do São Paulo no Campeonato Brasileiro deixa Alvaro Pereira em alerta. Idolatrado pela torcida, o lateral-esquerdo uruguaio não quer ser lembrado apenas pela raça que mostra nas partidas. Com o Tricolor dono de um elenco com várias estrelas, principalmente no ataque, ele sonha com um título e cobra os companheiros.

– Sou muito ambicioso, mas não quero prêmios individuais, quero coletivos. Não quero ser lembrado como um jogador que passou pelo São Paulo e não conquistou títulos. Todo mundo sabe que não ligo para dinheiro. Se fosse por isso, ficaria na Itália. Não quero sair do São Paulo sem um título – afirmou.

Reserva no Inter de Milão, Pereira foi indicado por Diego Lugano, amigo de seleção uruguaia e amado pelos são-paulinos. O zagueiro, também famoso pela garra, virou ídolo no Tricolor com as conquistas da Libertadores e do Mundial de Clubes de 2005. Sempre que a direção cogita contratar um novo defensor, os torcedores clamam pelo retorno do capitão da Celeste.

Alvaro Pereira segue os mesmos passos e vê o carinho da torcida crescer a cada demonstração de vontade. Foi assim no último sábado, quando desmaiou ao bater o rosto na gramado e voltar para dar início à jogada do gol diante do Criciúma – terminou empatado por 1 a 1. Ele, porém, reconhece que ainda precisa subir de produção.

– Jogador com raça também tem de jogar bola. Sei que não tenho a qualidade técnica de Kaká, Ganso ou Pato. Mas, no dia a dia, tenho de corrigir muita coisa. Aceito quando me criticam e tenho autocrítica também – ressaltou.

O segundo semestre de 2014, aliás, será decisivo para que o lateral-esquerdo conquiste o seu objetivo. O São Paulo briga pelos títulos da Copa do Brasil, onde está perto da vaga nas oitavas de final, e do Brasileirão, em que não vence há três partidas. Já são nove pontos atrás do líder e atual campeão Cruzeiro.

– O São Paulo precisa vencer e parar de perder pontos em casa. Temos adversários diretos na briga pelo título. Agora, vamos tentar recuperar fora de casa esse pontos que perdemos. Precisamos ter consciência de que com a qualidade dos nossos jogadores temos de brigar pelo título – disse Pereira.

Assim como na semana passada, o jogador cobrou um melhor rendimento do time, sobretudo pela qualidade ofensiva. Segundo ele, o São Paulo necessita evoluir como uma equipe e não depender apenas de suas estrelas.

– Mais confiança do que jogar no São Paulo não há. Precisamos crescer coletivamente e deixar de lado as individualidades, os nomes e começar a vencer. Estamos a três vitórias do Cruzeiro. O campeonato muda todo tempo. Se você ganha dois jogos, vai estar lá em cima de novo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*