Luis Fabiano reclama da falta de criação do Tricolor contra o Goiás

O São Paulo sofreu sua primeira derrota no Campeonato Brasileiro nesta quarta-feira, no estádio do Morumbi. Superado por 1 a 0 pelo Goiás, o Tricolor esbarrou nos próprios erro, não conseguiu ter volume de jogo como nas primeiras rodadas e saiu da própria casa ouvindo vaias da torcida. O atacante Luis Fabiano reclamou das poucas chances criadas pela equipe ao longo da partida.

Referência do setor ofensivo são-paulino, o Fabuloso aprovou a postura do time, apesar da derrota inesperada. O atacante ressaltou o domínio tricolor em chances – especialmente no segundo tempo, após uma etapa inicial apática – mas reclamou do fato de a bola mal ter chegado ao ataque, para que ele e Osvaldo buscassem ao menos o empate.

– Jogamos em cima, tivemos mais posse de bola e mais iniciativa, mas não conseguimos criar. Faltou criação, fazer mais jogadas. Aí fica difícil. Fomos abaixo do esperado – afirmou, em rápida entrevista na saída do gramado.

Claramente irritado com o resultado adverso, Luis Fabiano deixou o campo com expressão de poucos amigos. A baixa produtividade refletiu também em parte dos 8.892 torcedores que compareceram ao Morumbi: o nome de Muricy Ramalho, técnico recém-demitido do Santos e ídolo no Tricolor, foi gritado com veemência.

Reserva na noite desta quarta-feira, o atacante Aloísio preferiu elogiar a equipe do Goiás, que marcou o gol da vitória logo no início do primeiro tempo e soube segurar o resultado. Para ele, resultados inesperados são normais no Campeonato Brasileiro, e o Tricolor poderá se recuperar do vacilo vencendo como visitante.

– O Brasileiro é assim mesmo. Às vezes conseguimos pontos fora de casa, mas em outras perdemos jogos em casa que não para explicar. Mérito para o Goiás – resumiu.

Fora da liderança, o São Paulo faz o último jogo antes da pausa para a Copa das Confederações na próxima quarta-feira, às 22h (horário de Brasília), contra o Grêmio, na Arena, em Porto Alegre.

 

Fonte: Globo Esporte

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*


Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.