Luis Fabiano recebe ligações, mas vê saída como “quase impossível”

Sem intermediação de José Fuentes, que deixou de o empresariar ao voltar a morar na Espanha, Luis Fabiano tem tocado por si próprio as conversas sobre sua carreira. O atacante de 34 anos tem contrato com o São Paulo até o fim de 2015, mas foi informalmente procurado por outros times brasileiros nas últimas semanas.

“Tem chegado diretamente para mim, até porque fica difícil o contato com ele. Têm me ligado algumas pessoas”, disse, neste domingo.

O único clube especulado antes até do fim da temporada foi o Flamengo. Vanderlei Luxemburgo teria telefonado para Luis Fabiano e sondado a possibilidade de ele deixar o São Paulo. Porém, o salário foi considerado alto pela equipe carioca, que não levou adiante o interesse de seu treinador.

“Existem muitas coisas, mas o certo, o garantido é que tenho mais um ano de contrato. No meu ponto de vista, vou procurar cumprir. É lógico que não posso afirmar nada, porque amanhã o São Paulo me liga e pensa de outra forma. Aí a gente sentaria para conversar. Mas, na minha cabeça, é um ano de contrato que pretendo cumprir”, afirma o autor de 20 gols no ano, cujas declarações passeiam entre a disponibilidade de ouvir ofertas e a vontade de não sair.

“Meu celular toca, eu tenho que atender”, explicou-se, rindo. “Mas, sem dúvida nenhuma, minha primeira opção sempre seria o São Paulo”, continuou o artilheiro, com o cuidado de não desagradar à diretoria e, principalmente, aos torcedores.

Sergio Barzaghi/Gazeta Press

“Estou aqui, vou ficar, acho que vocês vão ter que me aguentar mais um ano”, brincou com os jornalistas

“Boatos, conversas, especulações, perguntas sempre vão existir neste momento de mercado. Mas deixei bem claro (a quem me telefonou) que, hoje, é quase impossível minha saída do São Paulo. Não acredito que o São Paulo iria me liberar ou que alguém iria fazer uma loucura de pagar alguma coisa. Então, é isso. Estou aqui, vou ficar, acho que vocês (jornalistas) vão ter que me aguentar mais um ano”, brincou.

Apesar de já não haver um vínculo direto com José Fuentes, o empresário espanhol pode ser acionado caso surja alguma proposta de fato. “Se esquentar mesmo alguma coisa, vou passar para ele, e aí a gente conversa”, disse Luis Fabiano, sem descartar também a hipótese de prorrogar o contrato vigente e vestir a camisa tricolor até depois de 2015. “Terminar minha carreira no clube onde tenho identificação grande seria maravilhoso”.

 

Fonte: Gazeta Esportiva

2 comentários em “Luis Fabiano recebe ligações, mas vê saída como “quase impossível”

  1. Mordomia igual a essa
    ???? onde vai encontrar ????
    Libertadores esta ai
    ???? vamos ver o que acontecera ????
    ??? Sera que um dia vai decidir alguma coisa
    como Rai, Muller, Mineiro ou mesmo Macedo,
    duvido.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*


Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.