Luis Fabiano finaliza pouco no São Paulo e Muricy espera mais dele

Luis Fabiano foi o autor do gol da primeira vitória de Muricy Ramalho na volta ao São Paulo, contra a Ponte Preta e, como prêmio, recebeu elogios de seu novo comandante. Muricy disse que há tempos não via o centroavante finalizar tanto. No entanto, o treinador ainda espera muito mais de um de seus principais jogadores para se afastar de vez da zona do rebaixamento no Campeonato Brasileiro.

Contra o Goiás, no último domingo, Luis Fabiano foi substituído por Aloísio por opção técnica do treinador. Muricy preferiu deixar Welliton como referência, mesmo após o camisa 37 ter perdido chance na cara do gol no primeiro tempo. Em sua avaliação, Fabuloso ainda não deu o “algo a mais”, ou a mesma resposta que veio de Jadson, por exemplo. Após conversa com o técnico, passou a ser mais participativo.

Fabuloso também tem finalizado pouco e contra o Goiás saiu sem chutar a gol. A pessoas próximas, ele argumenta que isso acontece mais fora de casa proque o time joga mais recuado.

Fonte: Lance

3 comentários em “Luis Fabiano finaliza pouco no São Paulo e Muricy espera mais dele

  1. E esse “algo a mais” não veio e nem virá, se dependermos dele para não irmos para a segundona, pode esquecer, o pipoca já deu provas de sua falta de comprometimento com o clube.

  2. A impressão que o Luis Fabiano me passa dentro de campo é a do ex-jogador:
    aquele que sabe que ja foi seu tempo mas está inconformado com a situação e, lógico, vai enrolando para ganhar o “dele”, porque também ninguém é de ferro para dispensar o que esses cartolas despreparados lhe oferecem.
    Uma das principais características em um centro-avante é a velocidade, nem que seja a de curtíssima distância. O Luis Fabiano não a tem mais (a outra ele nunca teve) e, certamente por isso, sempre está no limite da linha dos defensores, o que acaba, na maioria das vezes, deixando-o impedido.
    Como pivô, aquele jogador talentoso que se movimenta de costas para a defesa para arrumar as bolas para quem vem de trás, ele nunca serviu porque é muito grosso no trato com a bola: dificilmente a gente o vê “metendo” uma bola para o companheiro.
    Tabelas rápidas não é com ele, devido à sua lentidão.
    O que resta então que o faz titular de um clube como o SPFC?
    Na minha opinião, se ele se interessasse em todos os jogos, em todos os momentos dos jogos, seria o “fator grande área”: alí ele ainda tem o que mostrar. . . Mas concordemos: é muito pouco para ser titular de um time como o nosso e também pelo valor mensal que ele recebe do clube.

  3. Esse e um pipokkka mesmo. Nao se doa, em funcao da equipe nunca.
    Contra o Goias, Jadson e Ganso estavam bem nas enfiadas de bola,
    e o pipokkka, nao acompanhava, nao procurava jogo, ate que nosso
    DT, o tirou de campo. Jogador, tipico de peladas de solteiro e casado.
    Nao vou dizer que nao tem condicoes fisicas e tecnicas, mas nao sei
    realmente o que acontece com esse folgado. O Weliton e grosso, o Aloisio idem,
    mas sinceramente prefiro eles, do que um jogador desinteressado em campo.
    Pena que o Scocco, nao veio.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*


Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.