Luis Fabiano e Ganso terminam ano como coadjuvantes

O título da Copa Sul-Americana conquistado pelo São Paulo teve Paulo Henrique Ganso e Luis Fabiano apenas como coadjuvantes. Os jogadores sequer participaram do confronto final contra o Tigre, não foram decisivos ao longo do torneio, e agora convivem com uma maior responsabilidade para a próxima temporada. Eles carregam pressão imposta pelo próprio treinador Ney Franco, e não estão cientes de que sem Lucas as cobranças vão aumentar.

Ganso foi contratado em setembro deste ano, mas sempre foi visto no clube como o principal reforço para 2013. Ney Franco não pressionava o camisa 8 por rápida recuperação de uma lesão na coxa, e só o fez titular em dois jogos (Ponte Preta e Corinthians) em que os principais jogadores foram poupados.

“Preciso ter calma, pois  Ganso tem contrato de cinco anos. A preparação dele é para 2013, quando estará 100%”, disse Ney Franco pouco antes de testar Ganso como titular pela primeira vez.

O ex-jogador do Santos fez apenas três exibições pelo time na Copa Sul-Americana. A vaga de titular na próxima temporada parece certa, e assim, o camisa 8 vai em busca da segunda Libertadores na carreira.

O torneio continental é visto por Ney Franco como a chance de Luis Fabiano se redimir de seus problemas comportamentais em campo nesta temporada. O centroavante, que chegou a levar multa por conta do descontrole emocional, recebeu cartão vermelho no primeiro duelo da final da Sul-Americana, diante do Tigre, na Argentina, e ficou marcado negativamente no encerramento do ano.

“Conversei com Luis Fabiano, a fala dele já é para a próxima temporada. É para o ano que vem, ele poderá recuperar tudo isso na Libertadores, é a grande chance dele e não adianta a gente ficar remoendo. Ele terá a chance de fazer uma boa Copa Libertadores e recuperar toda a nossa confiança”, declarou Ney.

Luis Fabiano terminou a temporada como artilheiro do time, com 31 gols em 44 jogos, mas teve rendimento ruim na Copa Sul-Americana, ao marcar apenas um gol em sete jogos. O goleador do clube no torneio foi justamente o substituto do camisa 9, Willian José, que já assinou vínculo com o Grêmio para 2013, e terminou o torneio com três gols.

Fonte: Uol

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*