Lugano rejeita brasileiros, e São Paulo só poderá perdê-lo para europeus

O São Paulo não terá a concorrência de times brasileiros para contratar Diego Lugano. Procurado recentemente por clubes que disputam a Série A do Campeonato Brasileiro, o zagueiro uruguaio disse a amigos que no país só atuará pelo São Paulo. A disputa do Tricolor será com o mercado internacional, principalmente a Europa.

Aos 33 anos, o defensor gostaria de permanecer por mais uma temporada no Velho Continente e atuar em alguma equipe na Alemanha, país que possui um dos mais fortes campeonatos da atualidade. No entanto, também considera a possibilidade de regressar ao São Paulo. A diretoria nega o interesse, mas o técnico Muricy Ramalho abriu todos os portões do Morumbi para o retorno após a Copa do Mundo.

A seu favor, o Tricolor tem o momento de baixa do zagueiro no mercado. Além da idade avançada, Lugano não vive grande fase na carreira. Depois de passar por Fenerbahce e Paris Saint-Germain, ele defendeu Málaga e West Bromwich e não se destacou. No último clube, aliás, teve o contrato rescindido um ano antes do fim.
O São Paulo ainda enfrentará os milhões oferecidos por mercados paralelos, locais que não agradam tanto ao zagueiro. Capitão da seleção uruguaia na Copa do Mundo e sem contrato, Lugano tem o perfil desejado por equipes da China e Oriente Médio, dois dos maiores investidores do futebol mundial.
O zagueiro chegaria ao São Paulo como uma grande estrela para ser titular absoluto logo após o Mundial. Na partida contra o Grêmio, no último sábado, no Morumbi, pelo Campeonato Brasileiro, torcedores levaram faixas e cantaram pedindo a volta do zagueiro, campeão do mundo e da Libertadores em 2005.
Enquanto a diretoria diz que não tem interesse e que busca zagueiros mais jovens, como Dória e Manoel, Muricy vê Lugano como um salvador para a problemática defesa. O setor é o que mais preocupa o treinador desde o início da temporada. Rodrigo Caio, Antônio Carlos, Paulo Miranda, Edson Silva e Lucão ainda não convenceram.

 

Fonte: Globo Esporte

Um comentário em “Lugano rejeita brasileiros, e São Paulo só poderá perdê-lo para europeus

  1. Tenho saudades da época em que nossa diretoria nos passava confiança e tranquilidade;
    O nosso presidente parece-me que voltou mais velho e imaturo;
    O Muricy mudou de opinião pela pressão da torcida

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*