Lucão pode jogar. Com ele, São Paulo mais perdeu do que ganhou em 2016

A febre de Maicon deixou a torcida são-paulina de cama. Mesmo com a vantagem de 4 a 0, obtida no Morumbi, a possibilidade de perder o zagueiro em quem ela mais confia para a decisão de quarta-feira contra o Toluca, no México, é aterrorizante. O Tricolor pode perder por até três gols de diferença, ou quatro, desde que faça pelo menos um gol. Uma tarefa que poderá ter de ser cumprida com a presença de Lucão na defesa.

Ele foi o escolhido por Edgardo Bauza para treinar ao lado de Rodrigo Caio na última segunda-feira. O zagueiro de 20 anos não é escalado como titular na Libertadores desde a derrota por 1 a 0 para o The Strongest, no Pacaembu. Foi o único revés da equipe no torneio até agora. Lucão não tem responsabilidade direta por aquele resultado, mas, dias antes, havia cometido falha terrível no clássico contra o Corinthians, ao presentear Lucca com o primeiro gol. O jogo foi 2×0.

Além desses dois jogos, Lucão foi titular na derrota por 1 a 0 para o São Bento, e nas vitórias por 1 a 0 sobre o César Vallejo e 4 a 0 diante do Água Santa. Foram três derrotas e duas vitórias.

A chegada de Maicon e a recuperação física de Lugano fizeram com que o Patón promovesse um rodízio entre eles e Rodrigo Caio. O uruguaio é o reserva imediato da dupla titular. Mas, como está lesionado, assim como Breno, que só será liberado pelo departamento médico quando não houver nenhum risco de regressão do problema em seu joelho esquerdo, Lucão e Lyanco, de 19 anos, foram ao México para ajudar a tentar a classificação.

Tabela Lucão titular São Paulo (Foto: Arte: GloboEsporte.com)

A comissão técnica quer ter Maicon em campo tanto quanto a torcida, mas está preocupada.

– Ele reclamou de muita indisposição antes do treino, nós o medicamos e deixamos em repouso no hotel. Ainda não dá para dizer se ele joga. Às vezes, a febre evoluiu para amigdalite, é preciso ter paciência e aguardar a evolução – afirmou o médico Auro Rayel.

Desde o fim do ano passado, quando cometeu erros na derrota por 6 a 1 para o Corinthians, Lucão convive com a desconfiança da torcida. Errar novamente no clássico em 2016 agravou o cenário. Caso seja confirmado diante do Toluca, o jovem terá a chance de se reerguer.

Edgardo Bauza, inclusive, é o primeiro dos últimos técnicos que relegou Lucão à condição de total coadjuvante no plantel. Todos os últimos, Paulo Autuori, Muricy Ramalho, Juan Carlos Osorio, Doriva e Milton Cruz, não se cansavam de atribuir elogios ao jogador, que, desde as categorias de base, é cercado de expectativas pelas frequentes convocações para categorias inferiores. No time profissional, elas ainda não se confirmaram. Pode ter chegado sua hora.

 

Fonte: Globo Esporte

4 comentários em “Lucão pode jogar. Com ele, São Paulo mais perdeu do que ganhou em 2016

  1. Lucão já errou MUITO, mas ainda é um jogador jovem e esperamos que isso tudo tenha servido de aprendizado.

    Lucão, é agora ou nunca. Presta atenção, marca duro e faz o simples. Bola pro mato que o jogo é de campeonato.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*


Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.