Liziero diz que versatilidade e fase do time ajudaram seu crescimento

Volante, meia, lateral, ala. São várias as funções que o jovem Liziero já exerceu sob o comando de Diego Aguirre, logo em seu primeiro ano de profissional no São Paulo. Nesta segunda-feira, no CT da Barra Funda, o jogador de apenas 20 anos de idade concedeu entrevista exclusiva à TV Gazeta, junto à Gazeta Esportiva, e comentou sobre a versatilidade que tem o ajudado bastante a cavar um lugar no time do Morumbi.

“Estou acostumado desde a base a estar jogando em outras posições e, independente do que o professor pedir, tento dar meu melhor” afirmou ele, que diz não ter preferência de posição, embora se sinta mais confortável em sua função de origem. “Prefiro estar jogando! (Risos) Mas gosto de jogar mais por dentro, que é minha posição de origem”, completou.

Fazendo um panorama de sua experiência como profissional, até o momento Liziero mostra grande satisfação. Como o mesmo aponta, seu processo de adaptação acabou sendo mais rápido do que o normal, porém, aconteceu de maneira tranquila, graças ao bom momento vivido pelo Tricolor Paulista.

“Está sendo muito bom. Quando a gente sobe, achamos que vamos ter uma sequência de treinamentos para se adaptar, mas comigo foi diferente, foi rápido, e o momento do clube também ajudou muito”, destacou, admitindo que não esperava estar brigando por um título de Campeonato Brasileiro tão cedo em sua carreira.

O meio-campista não foi a campo notreino desta segunda-feira, marcado pelo jogo-treino entre os atletas que não atuaram, ou pouco atuaram diante do Santos, no empate em 0 a 0 na Vila Belmiro, e o time sub-20 do clube. O camisa 31, assim como o restante dos titulares, deve iniciar nesta terça-feira a preparação que visa o duelo do próximo sábado, contra América-MG, no Morumbi, pela rodada de número 26 do Brasileirão 2018.

 

Fonte: Gazeta Esportiva

Um comentário em “Liziero diz que versatilidade e fase do time ajudaram seu crescimento

  1. Começou muito bem porém suas atuações caíram de nível e não vem atuando bem.
    Precisa aguentar mais o jogo fisicamente, pois muitas vezes no meio do segundo tempo ele já está esgotado e não aguenta a partida inteira.
    Aparenta ser bom jogador e bom de cabeça, mas precisa jogar mais.
    Se o Arthur que joga 100 vezes mais que o Liziero custou 50 milhões de euros, o Liziero valeria uns 7 no máximo…
    Precisa querer melhorar e muito pra ser titular do SPFC , mas parece que o mesmo já tem algo previsto con algum time italiano pro ano que vem.
    Sorte e sucesso no SPFC.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*