Livre e mais perto do gol: Ganso aprova novo posicionamento no time

Enquanto a diretoria do São Paulo não definequem será o técnico que substituirá Muricy Ramalho, o interino Milton Cruz segue no comando da equipe. E, em apenas dois jogos e algumas mudanças, já foi possível ver a evolução do time e de determinados atletas, como o meia Paulo Henrique Ganso. Ele deixou de atuar como um meio-campista e ganhou liberdade total para encostar em Alexandre Pato no ataque. O camisa 10 aprova seu novo posicionamento.

– Gostei muito.  Agora, eu posso jogar mais perto do Pato e do Michel e fico mais próximo do gol adversário. Além disso, a entrada do Wesley ajudou bastante, já que ele trabalha bem a bola no meio-campo e tem um poder de marcação muito bom também – analisou o meio-campista, que foi um dos destaques da vitória por 3 a 0 sobre o RB Brasil, no último sábado, quando marcou um dos gols.

Milton Cruz gostou tanto do comportamento do time que, mesmo sem poder contar com Wesley (não está inscrito na competição), vai manter a formação tática da última partida no duelo desta quarta-feira, contra o Danubio, no Uruguai, pela Taça Libertadores. Paulo Henrique Ganso elogia os possíveis substitutos e diz que o time está preparado para buscar os três pontos.

– Temos o Souza, temos o Rodrigo Caio, temos o Hudson que pode ser deslocado para essa função. São jogadores que têm todas as condições de desempenhar esse papel – ressaltou o meio-campista.

O time fará na noite desta terça-feira um treino de reconhecimento do gramado do estádio Luis Franzini. A tendência é que Hudson, que vinha atuando como lateral, retorne ao meio-campo. Sobraria uma vaga no lado direito da defesa, que seria disputada por Auro e Paulo Miranda.

 

Fonte: Globo Esporte

Um comentário em “Livre e mais perto do gol: Ganso aprova novo posicionamento no time

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*