Lista com sete pendurados faz Ney cobrar mais disciplina do elenco

Cortez, Douglas, Jadson, João Filipe, Luis Fabiano, Paulo Miranda e Rodrigo Caio. Todos eles estão pendurados com dois cartões amarelos no São Paulo. Antes do jogo contra a Ponte Preta, neste sábado, em que não poderá contar com Rhodolfo por suspensão, Ney Franco cobrou mais disciplina do elenco.

“Isso faz diferença em alguns momentos. Você recupera o jogador no departamento médico e, a cada rodada, perde um ou dois jogadores por suspensão. A partir desse momento, a conversa é essa, de evitar cartões bobos”, alertou o treinador, que, duas rodadas atrás, ficou sem o zagueiro Rafael Toloi pelo mesmo motivo.

Da lista de ameaçados, cinco foram relacionados para o confronto no Morumbi. As exceções são o lateral direito Douglas, vetado por causa de contratura na coxa esquerda, e o atacante Luis Fabiano, em fase final de recuperação de estiramento na coxa esquerda.

“O Luis Fabiano tomou cartão por tirar a camisa no jogo contra o Flamengo. Outros cartões foram por erros de posicionamento, em que o jogador precisou matar o jogo com falta. Ou em discussão com a arbitragem, como foi com o Denilson, contra o Grêmio”, lembrou Ney Franco.

A preocupação em perder jogadores não é só de véspera. O técnico são-paulino também tem tomado ações preventivas ao longo das partidas. Na derrota de quarta-feira, sacou o zagueiro João Filipe logo aos 11 minutos do primeiro tempo porque ele havia sido advertido e corria risco de expulsão, segundo o comandante. Foi assim também com o volante Rodrigo Caio, durante a vitória sobre o Bahia.

“O jogador entende. Foi por duas questões. Não só da parte do cartão, mas também da parte tática, porque detectei, com cinco minutos, que a gente estava recebendo muita pressão do Náutico e precisava de um jogador no setor de meio-campo, no caso o Casemiro”, justificou.

Na opinião dele, com elenco completo, o São Paulo não deve a nenhum outro time no Campeonato Brasileiro. “Vamos voltar à normalidade quando tivermos todos os jogadores à disposição, pois aumentam nossas possibilidades de vitória”, concluiu.

Fonte: Gazeta Esportiva

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*