Liga inglesa cita Álvaro Pereira e cria regras a atletas que baterem cabeça

O uruguaio Álvaro Pereira chamou a atenção nos últimos meses ao permanecer em campo após levar forte pancada na cabeça em duas oportunidades, uma na Copa do Mundo e outra pelo São Paulo. Os ingleses, porém, não querem que este tipo de situação ocorre em seu campeonato e criaram regras para jogadores que sofrerem concussões.

De acordo com as normas divulgadas nesta terça-feira (05), atletas que perderem a consciência ao levarem pancadas na cabeça estarão proibidos de voltar ao jogo. Quem permanecer acordado terá que passar por uma avaliação médica à beira do gramado antes de ser autorizado a continuar.

A Federação Inglesa lançou campanha, apoiada pela Premier League, para resguardar a saúde dos atletas. A atitude foi motivada pelas críticas ao Tottenham, que permitiu que o goleiro Lloris voltasse ao jogo após ter perdido a consciência por causa de uma pancada.

Também influenciaram os incidentes ocorridos na Copa do Mundo com Alvaro Pereira e com o do alemão Christoph Kramer – que levou forte pancada na final contra a Argentina e chegou a pedir para o árbitro para confirmar se aquela era a decisão do Mundial.

“Os dirigentes, jogadores e clubes precisam entender os riscos associados com ferimentos na cabeça. O conselho de profissionais da área médica é fundamental nesta área, e ao mesmo tempo que estamos desenvolvendo processos para lidar com os diversos tipos de lesão, esta é uma questão em que é preciso um pouco mais de análise”, disse o chefe médico da Federação Inglesa, Ian Beasley.

“Temos trabalhado em parceria com as partes interessadas para desenvol ver as novas diretrizes e a mensagem para os jogadores é clara: escutem o conselho mésico e não corra riscos – pare de jogar e preocupe-se em se recuperar”, completou.

 

Fonte: Uol

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*