Lei do ex: Diego Souza é arma contra o Cruzeiro

A “lei do ex” é uma expressão que surgiu no futebol para explicar quando um jogador faz gol em um time pelo qual já passou na carreira. E ela tem funcionado perfeitamente para o São Paulo em todos as partidas do time depois da Copa do Mundo. Em cima disso, neste domingo, às 16h, contra o Cruzeiro, a aposta nessa peculiaridade é, mais uma vez, Diego Souza.

Entre os titulares do técnico Diego Aguirre no Mineirão, o camisa 9 é o único com passagem pelo adversário. Exatamente como ocorreu contra o Grêmio, nessa quinta-feira, em Porto Alegre, quando Diego Souza abriu o placar – depois, o Tricolor paulista sofreu a virada e perdeu por 2 a 1.

A alçada do São Paulo para ter chances de terminar o fim de semana como líder do Campeonato Brasileiro tem como uma das características, após a Copa do Mundo, exatamente a lei do ex: ganhou do Flamengo por 1 a 0 com gol de Everton, que trocou o Rubro-Negro pelo Tricolor em abril, abriu a vitória por 3 a 1 sobre o Corinthians com Anderson Martins, que defendeu o Timão em 2014, e, na sequência, viu Diego Souza balançar as redes do Grêmio.

Diego Souza se firmou de vez no futebol nacional pelo Grêmio, destacando-se nas campanhas do título gaúcho e do vice-campeonato da Libertadores em 2007. Pelo Cruzeiro, contudo, foi bem menos marcante. Passou pela Raposa no primeiro semestre de 2013 e participou do início da campanha do título brasileiro daquele ano, mas não brilhou.

Diego Souza saiu do Cruzeiro com oito gols em 25 partidas, ajudando mais financeiramente do que em campo. Há cinco anos, foi para o Metalist, da Ucrânia, rendendo ao clube mineiro, que detinha 50% dos seus direitos econômicos, cerca de 3 milhões de euros (aproximadamente R$ 9 milhões na época), além do empréstimo de Willian, hoje atacante do Palmeiras, que virou peça fundamental na conquista do Brasileiro daquela temporada.

Independentemente do histórico no Cruzeiro, o que o São Paulo quer que funcione é a lei do ex, pela quarta vez consecutiva. Se Diego Souza fizer gol, pode ajudar o Tricolor a assumir a liderança do Campeonato Brasileiro – para isso, além de vencer, o time precisa torcer para que o Flamengo (primeiro colocado, com dois pontos a mais) perca do Sport, no Maracanã, em jogo que também será disputado às 16h de domingo.

 

Fonte: Lance

Um comentário em “Lei do ex: Diego Souza é arma contra o Cruzeiro

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*


Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.