Kelvin comemora volta de Calleri ao São Paulo e pede calma contra Toluca

A volta de Calleri ao São Paulo para enfrentar o Toluca, nesta quarta-feira, às 19h15 (de Brasília), pela volta das oitavas de final da Taça Libertadores, é comemorada pelos jogadores. O artilheiro do Tricolor no ano, com 12 gols, vai comandar o ataque do time, depois de ficar suspenso pela expulsão no empate por 1 a 1 contra o The Strongest, em La Paz.

– Com certeza é um grande jogador. Faz falta. Tínhamos o Centurión que fez a função bem (o argentinou marcou dois gols na vitória por 4 a 0 sobre o Toluca, no Morumbi), mas é um estilo diferente do Calleri. Ele segura a bola na frente e a volta dele será importante para o time – disse Kelvin.

Pelo treino desta terça-feira, em Acapulco, local da concentração do Tricolor, Bauza vai escalar o time novamente com Ganso na reserva, substituído por Wesley. A estratégia foi usada em La Paz, onde a altitude era de 3.600 metros. Agora, o São Paulo jogará com 2.600 metros acima do nível do mar, em Toluca. Por conta disso e da ampla vantagem do time, Kelvin pede jogo de inteligência no México.

– Muda um pouco o estilo de jogo do time (com Wesley). Será uma partida inteligente. Precisamos ter marcação no meio. Ele e todos que estão entrando têm todo o nosso apoio. O São Paulo é um grupo. É um jogo de mais calma. Não adianta querer ir para cima. Aqui a altitude pesa um pouco. Será um jogo de cansaço – afirmou o atacante.

Veja como o São Paulo treinou nesta terça-feira, véspera do jogo contra o Toluca (Foto: GloboEsporte.com)Veja como o São Paulo treinou nesta terça-feira, véspera do jogo contra o Toluca

Além da mudança no meio, Bauza treinou com Lucão na defesa, pois Maicon está com febre. Mesmo assim, o zagueiro prometeu jogar nesta quarta-feira. Se cumprir o que foi dito, o São Paulo entrará em campo com: Denis; Bruno, Maicon (Lucão), Rodrigo Caio e Mena; Hudson, Thiago Mendes, Kelvin, Wesley e Michel Bastos; Calleri.

Por conta da goleada no Morumbi, o São Paulo poderá até perder por três gols de diferença para garantir a classificação. Em caso de derrota por 5 a 1, o Tricolor também estará nas quartas de final, por conta do gol marcado fora de casa.

 

Fonte: Globo Esporte

Um comentário em “Kelvin comemora volta de Calleri ao São Paulo e pede calma contra Toluca

  1. O Bauza deve ter sido discipulo do Tim, grande técnico nos anos sessenta, ele usava a tática de guardar um ou dois titular para o segundo tempo, quando estava todo mundo baleado ele colocava os craques e claro eles acabavam com o jogo. O Tim foi técnico do San Lourenzo time da Argentina.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*


Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.