Juvenal promete decisão sobre caso Luis Fabiano: “será tratado igual aos outros”

O presidente Juvenal Juvêncio participou na manhã desta segunda-feira do lançamento de uma campanha ambiental do São Paulo e não conseguiu fugir das questões futebolísticas. E a primeira pergunta não poderia deixar de ser o novo problema de Luis Fabiano, expulso diante do Atlético-MG neste domingo.

“A diretoria de futebol vai tomar uma decisão. Hoje (Segunda-feira), ele vai ficar sabendo o que acontecerá. Ele será tratado igual os outros. No São Paulo não falamos de preferencia, não tem esse negócio de ser importante”, disse Juvêncio, indagado se o jogador receberia um tratamento por ser o artilheiro da equipe.

O presidente, porém, não quis confirmar se o atacante deve ou não perder a braçadeira de capitão, após receber o seu 15º cartão amarelo em 31 jogos desde a sula volta. “Isso não é problema da diretoria, isso fica a cargo do treinador”.

Logo após a partida o atacante foi repreendido pelo técnico Leão, que disse que Luis Fabiano precisava de tratamento e João Paulo de Jesus Lopes, dirigente do São Paulo, já havia prometido avaliar o caso para determinar qual será a punição ao jogador.

Luis Fabiano corre risco de receber gancho do Superior tribunal de Justiça Desportiva (STJD). Isso porque ele xingou o árbitro Elmo Rezende Cunha neste domingo, sendo expulso por reclamação.

A súmula da partida entre São Paulo x Atlético-MG será determinante para o futuro do atacante no Nacional. Caso o árbitro relate os xingamentos proferidos por Luis Fabiano, o atacante corre risco de ser denunciado ao Superior Tribunal de Justiça Desportiva.

O artigo 258 (desrespeitar arbitragem) prevê pena de 1 a 6 partidas para atletas que desrespeitarem a arbitragem.

Fonte: Uol

Um comentário em “Juvenal promete decisão sobre caso Luis Fabiano: “será tratado igual aos outros”

  1. Precisa aplicar uma multa mesmo. Talvez sentindo no bolso os efeitos de seu comportamento ele mude de atitude. Quando chegou, questionado sobre esse seu comportamento irascível, ele disse que tinha melhorado, que amadureceu, que é agora é homem de família etc A diretoria, com muita razão, acreditou, afinal não se trata mais de um garoto. Mas parece que jogadores como ele e o Adriano são muito mimados e acabam nunca amadurecendo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*