Juvenal fala sobre patrocínio de banco estatal ao Corinthians

O presidente Juvenal Juvêncio foi lacônico ao falar sobre o patrocínio da Caixa Econômica recentemente acertado com o Corinthians por R$ 30 milhões anuais. Ele deu a entender o seu descontentamento de forma irônica

“Eu não vou falar disso não, acho que houve algum equívoco, mas enfim, não vou falar disso (risos). Às vezes convém ser misterioso, porque sou presidente de uma instituição e devo defendê-la, às vezes não falando em determinados instantes sobre determinados assuntos eu defendo a instituição”, falou para aRádio Globo.

Apesar de Juvenal não admitir, o Blog do Perrone apurou que o patrocínio da Caixa ao Corinthians foi mal digerido por dirigentes do São Paulo.  Eles somam o novo contrato ao envolvimento de BNDES, Banco do Brasil e prefeitura com o estádio corintiano. A avaliação é de que essa combinação faz do alvinegro o time do Governo. E que os concorrentes ficam de mãos abanando.

O blog acrescentou que há também desconforto provocado por um flerte estéril entre a Caixa e o clube do Morumbi. Segundo dirigentes tricolores, no começo do ano, um emissário do banco sondou o São Paulo. Mas o interesse morreu no mesmo dia do primeiro contato.

Juvenal também não admitiu tal flerte: “Pode ser que algum setor do clube, o futebol ou o marketing, tenha tido um ou outro contato, porque é um banco, uma coisa natural, mas que eu saiba não, em termos de patrocínio não temos esta notícia”.

Fonte: Uol

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*