Juvenal explica volta de Muricy: ‘Troquei planejamento por choque’

A contratação de Muricy Ramalho foi uma medida para dar um choque no elenco do São Paulo. É o que revela o presidente do clube, Juvenal Juvêncio. Em entrevista ao jornal “Folha de S. Paulo”, o mandatário também admitiu que pensou em “salvar a honra” ao tentar evitar o rebaixamento e reconheceu erros de gestão.

Sobre a decisão de demitir Paulo Autuori e contratar Muricy, Juvenal disse que queria algo que sacudisse o grupo de jogadores, e é o que ele espera da postura forte do novo treinador, que retorna ao Tricolor após quatro anos. O presidente relatou que temia que não desse tempo de reagir no Brasileiro se não agisse rápido.

– É uma situação dolorosa. Mas, num dia, eu via o semblante ruim das pessoas. No outro, também. Essas coisas começaram a se repetir. E eu sem poder contratar, com os mercados fechados. Comecei a temer que, se esperasse mais, pegaria o bonde ladeira abaixo. E queria pegá-lo no planalto. Então resolvi que o time precisava, emergencialmente, de um choque. E o Muricy tem esse jeito mais sanguíneo. Troquei o planejamento por um choque. Resolvi isso num telefonema. Falei para ele: ‘Você sabe quem está jogando, quem está no banco de reservas. Você conhece tudo lá dentro, a cozinheira, o roupeiro… Vá lá e resolva!’.

O rebaixamento amedronta Juvenal, que por isso fez a troca de técnicos agora. Mas ele não sabe dizer se a situação do São Paulo seria diferente se Muricy tivesse sido contratado na época em que o clube fechou com Autuori. Na ocasião, o São Paulo era o nono colocado na tabela do Brasileiro, na sexta rodada.

– É um processo de adivinhação pensar nisso (se Muricy tivesse sido chamado antes). Mas o estilo do Muricy, mais impetuoso, poderia mexer antes. Talvez ele já tivesse colocado uns dois na rua. Eu já vi isso (queda de divisão) com outros. Já acompanhei, de longe, dramas de outros. Eu não queria passar por isso. Eu queria algo que salvasse a minha honra. Precisava quebrar o diapasão que indicava um quadro ruim, precisava respirar. Ter só duas vitórias (Paulo Autuori venceu apenas duas vezes com o time no Brasileiro) é uma indicação ruim.

Juvenal também admitiu erros de gestão, principalmente na troca de treinadores. Desde que Muricy saiu do São Paulo, em 2009, o clube teve outros sete técnicos: Ricardo Gomes, Sérgio Baresi, Adilson Batista, Paulo César Carpegiani, Emerson Leão, Ney Franco e Autuori. O mandatário disse ainda que a decisão de reintegrar Lúcio é toda de Muricy.

– Houve erros ao longo do tempo. Mas temos uma situação complicada. Há uma carência de grandes técnicos no Brasil. Tem técnicos que não têm o perfil da torcida, do clube. Arriscamos com o Adilson Batista (em 2011). Depois tivemos um cidadão ótimo (Autuori), mas a torcida preferia outro (Muricy).

2 comentários em “Juvenal explica volta de Muricy: ‘Troquei planejamento por choque’

  1. Dizer no final da entrevista, que “tivemos um cidadão ótimo (Autuori) mas a torcida queria outro (Muricy)”, é um indicador do atual estado de confusão mental do Presidente. Cidadão ótimo, bom moço, elegante no uso das palavras, boa aparência, mas que acabou deixando o Tricolor na antepenúltima colocação do Brasileirão, depois de perder, perder, perder e perder… Não foi a torcida que perdeu os jogos, foi o time Presidente…a torcida, a despeito de clamar pelo Muricy, nunca abandonou o time e se fez presente, de forma maciça, em todos os jogos. Portanto, não venha agora com essa intenção de querer dividir a culpa do fracasso, que é toda sua, com a torcida que repito, faz tempo clamava pelo retorno do Muricy. Creio, portanto, que neste momento o Presidente está sendo vítima de uma desordem mental. Só pode ser isso…

  2. Paulo, li hoje que este cidadão está com câncer.

    Só pode ter sido muito desejo da torcida do SPFC para este cara sair

    Fez muita coisa ao clube, mas resolveu virar o dono do SPFC. Vai sair pelas portas dos fundos e doente, infelizmente.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*


Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.