Jucilei tem parte do salário no SP bloqueada por dívida com antigos agentes

O São Paulo está obrigado pela Justiça a pagar apenas parte do salário do volante Jucilei. Segundo um despacho do juiz Evandro Portugal, da 19ª Vara Cível de Curitiba, o São Paulo só pode pagar até 50 salários mínimos para o jogador – o equivalente a R$ 47.700.

Todo o restante deve ser depositado numa conta judicial, até que se alcance o montante de R$ 15,6 milhões, valor que Jucilei foi condenado a pagar numa ação movida em 2010 por dois ex-agentes, Juan Martinez e Julio Colonhesi.

A decisão judicial é do dia 13 de novembro de 2018, e foi tornada pública no dia 20. André Ribeiro, advogado que defende Jucilei no caso, afirmou que o jogador “foi condenado sem direito a defesa” e por isso acredita que conseguirá cancelar a execução da dívida.

– Há recursos dentro do próprio processo, que já apresentamos, e nas próximas semanas também vamos recorrer ao Tribunal de Justiça do Paraná. Esperamos reverter a situação num prazo próximo – declarou Ribeiro, numa entrevista por telefone.

Procurado pela reportagem, o São Paulo informou não ter recebido nenhuma comunicação judicial oficial sobre o caso. O jogador e seu estafe pessoal também foram procurados, mas não quiseram comentar. Juan Martinez e Julio Colonhesi, que moveram a ação contra Jucilei, também não falaram sobre o assunto.

Entenda o caso

Em abril de 2009, o Corinthians contratou Jucilei, então um jogador de 21 anos, promessa do J. Malucelli. O volante era agenciado pelos empresários Martinez e Colonhesi, que atuam no futebol paranaense. O contrato de representação previa um multa rescisória no valor de R$ 3 milhões.

Assim que chegou ao Corinthians, Jucilei rompeu com os dois empresários. Um ano depois, Martinez e Colonhesi processaram o jogador e cobraram dele o pagamento do valor da multa. De acordo com o processo que corre na Justiça do Paraná, Jucilei foi citado a pagar os agentes, mas “deixou de apresentar resposta”, e o caso seguiu à sua revelia.

Oito anos depois de o processo ter começado, a Justiça do Paraná agora determina que a maior parte do salário de Jucilei no São Paulo seja depositado em juízo. Nesse período, o valor inicial de R$ 3 milhões se multiplicou por causa do acréscimo de juros e multas – e hoje está em R$ 15,6 milhões.

Depois que chegou ao Corinthians em 2009, Jucilei jogou no Anzhi Makhachkala, da Rússia, no Al-Jazira, dos Emirados Árabes Unidos, e no Shandong Luneng, da China. O volante voltou para o Brasil em 2017, emprestado ao São Paulo. Há um ano, o clube do Morumbi comprou seus direitos por US$ 1,4 milhão (cerca de R$ 4,6 milhões de reais na época).

 

Fonte: Globo Esporte

3 comentários em “Jucilei tem parte do salário no SP bloqueada por dívida com antigos agentes

  1. O pior foi ele olhando para um lado e tocando errado no outro(na saída de bola),num jogo que a vitoria nos colocaria no G4 ,lamentável,muito comprometido ele não,não bastasse o fato de ser um volante lento e fraco no desarmes e no apoio o cara ainda faz essas lambanças.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*