Jucilei critica clássico de torcida única e exalta apoio dos são-paulinos

Palmeiras e São Paulo fazem no próximo domingo no Allianz Parque mais um clássico com torcida única, de acordo com recomendação das autoridades da capital paulista. A situação não agrada ao volante Jucilei. Nesta quinta-feira, ele se posicionou contra à medida e destacou a importância de torcedor no estádio. A são-paulina emplacou os três maiores públicos do Campeonato Brasileiro até o momento.

– Torcida única é chato. Tem de acabar no futebol. Tem de torcer, zoar um ao outro, mas na igualdade, sem ter violência. A torcida nos incentiva muito, é bom ter a torcida, o calor. Eles têm se feito presente nos jogos, tanto dentro quanto fora, tem nos apoiado. É bom e vai nos ajudar muito – afirmou Jucilei, referindo-se à presença no treino de sábado, que será no Morumbi.

O São Paulo vai treinar no Morumbi na véspera do clássico com portões abertos para a torcida. Serão 30 mil lugares disponíveis, e cada entrada sai por um quilo de alimento não perecível, exceto sal e açúcar;. O portão 15 será aberto a partir das 8h30, enquanto o treino está previsto para começar às 9h30.

Jucilei é o único atleta do São Paulo a disputar todos os 22 jogos do Campeonato Brasileiro deste ano. Ele chegou ao clube no início da temporada emprestado pelo Shandong Luneng (CHI) até o fim do ano. Marcou um gol até aqui. O time está na 17ª colocação no Brasileiro, na zona do rebaixamento, mas Jucilei tem esperança de melhora. A partir do clássico. Veja o que ele disse em coletiva:

O que mudou desde o Choque-Rei do Paulista?
Eu estava recém-chegado, muito mal fisicamente. Jogar mal fisicamente é muito ruim, ainda mais na casa deles. Também tomei uma pancada do Egídio e sai no intervalo. Mudei bastante, estou na minha forma física ideal. Sabemos como será difícil jogar lá, mas sabemos também que podemos vencer lá

Tabu no Allianz Parque – quatro jogos e quatro derrotas
Sabemos que são quatro jogos, é difícil. Também estamos num momento difícil da tabela, precisamos muito do resultado para melhorar no campeonato.

Seca de gols dos atacantes
É fase. A fase está difícil para a gente. A gente até cria algumas oportunidades, mas a bola não entra. Acredito que domingo essa bola vai ter de entrar. O Pratto, Marcos Guilherme, quem for faça o gol.

O que mudou desde o início do ano
Mudou muito, saíram jogadores entrosados, de nível bom, chegaram outros. Até pegar o entrosamento demora. O que nos prejudicou também foi o primeiro turno, que tivemos nove resultados que não agradaram. Agora pesa. É continuar trabalhando.

Importância de Hernanes
Enorme. O Hernanes é um baita de um jogador. A gente sabe da qualidade do Hernanes, tem nos ajudado bastante, sabemos que vai continuar nos ajudando.

Renovação de contrato

A última conversa que teve foi há mais ou menos um mês. Depois disso não teve mais conversa. Meu desejo é ficar, estou bem adaptado aqui, quero ficar. Mas não depende só de mim, depende dos outros. Mas agora é focar no que falta, meu desejo é tirar o São Paulo dessa situação.

Clássico
Clássico é sempre difícil, decidido em detalhes. Temos de ganhar, nossa situação é mais difícil neste momento, estamos na zona do rebaixamento. Agora é difícil, vai caindo, caindo. Vamos fazer o melhor e que vença o São Paulo.

Tabu no Allianz Parque
Sabemos que jogar lá é difícil. Mas também tem 15 anos que o Palmeiras não ganha no Morumbi. Temos de ganhar lá, sabemos que vai acontecer. Que seja domingo. Tudo tem a primeira vez. Tabu foi feito para ser quebrado.

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*