Jardine terá férias mais curtas para poder estudar

Promovido a técnico do São Paulo para a próxima temporada, André Jardine perderá sua primeira semana de férias para fazer um curso na CBF (Confederação Brasileira de Futebol). O comandante do Tricolor estuda para tirar a principal licença do futebol nacional e aperfeiçoar seus conhecimentos como treinador.

Depois do fim do Campeonato Brasileiro, no próximo domingo, o treinador não terá a obrigação de cumprir a rotina no CT da Barra Funda. Com o tempo livre em sua agenda, Jardine optou por encurtar o período de descanso e estudar para ampliar seus conhecimentos e ser um profissional melhor.

De acordo com as informações publicadas no site da CBF, a licença Pró – a mais alta oferecida pela instituição – custa R$ 19.130,00. Ao longo do curso, dividido entre ensino a distância e presencial, os alunos aprendem conceitos sobre a formação do elenco, gestão de carreira, noções de treinamento, marketing e mais uma série de tópicos.

Multicampeão como treinador nas categorias de base, Jardine é um profissional que sempre tem buscado conhecimento. No meio desta temporada, ainda com o uruguaio Diego Aguirre no comando do Tricolor, ele viajou para a Europa e acompanhou partidas da Liga dos Campeões, Liga Europa e de algumas competições nacionais.

Jardine está no CT da Barra Funda desde março deste ano. Antes assistente de Dorival Júnior e Diego Aguirre, o novo técnico do São Paulo ganhou uma oportunidade da diretoria por conta de seu bom relacionamento com os jogadores das categorias de base e suas ideias ofensivas de jogo.

No próximo domingo, o São Paulo enfrenta a Chapecoense, em Chapecó, de olho em uma vaga direta na fase de grupos da Copa Libertadores do ano que vem. Para isso, o Tricolor precisa vencer e torcer para um tropeço do Grêmio contra o Corinthians, em Porto Alegre. Caso empate, é necessário que o time gaúcho perca a sua partida.

 

Fonte: Lance

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*