São Paulo diz que contratação de goleiro não é prioridade

O São Paulo não trata neste momento a contratação de um goleiro como prioridade para a temporada de 2019. Muito embora ainda possa aparecer uma boa oportunidade de mercado na posição, a diretoria considera ter outros setores mais importantes para buscar contratações.

Jean, contratado nesta temporada depois de se destacar no Bahia, termina 2018 como titular do gol do São Paulo. E deve começar assim 2019.

Nos bastidores do clube, Jean tem sido elogiado por sua postura nas últimas partidas que fez. A atitude do goleiro no vestiário diante da falta de resultados também tem agradado internamente.

Apesar de ainda não ter total confiança da torcida, Jean tem sido aprovado na sequência de jogos e, por isso, é o nome para 2019.

Lucas Perri, terceiro goleiro durante este ano, atuando também em alguns jogos dos Aspirantes, muito provavelmente será o reserva imediato. O São Bento procurou o São Paulo interessado em um empréstimo do jogador, mas o Tricolor descartou essa possibilidade.

Sidão, que perdeu a posição nesta temporada, não está nos planos como titular. O experiente goleiro de 35 anos tem contrato até dezembro de 2019, mas poderá seguir outro rumo.

O São Paulo topa liberar Sidão para eventuais clubes interessados e avisou o empresário do jogador, Fábio Mello. Nos últimos dias, o agente teve reuniões com o próprio Sidão e a diretoria no CT da Barra Funda.

Recentemente, o nome de Vanderlei, do Santos, esteve na mira do São Paulo. Houve conversa entre os presidentes Carlos Augusto de Barros e Silva, o Leco, e o mandatário do rival, José Carlos Peres. O dirigente do Santos, inclusive, confirmou o interesse do Tricolor, assim como do Flamengo.

Não está descartado que uma eventual conversa com o Santos por Vanderlei seja retomada depois do Brasileirão, mas o São Paulo não trata como prioridade buscar reforços para o setor.

Goleiro é uma posição indefinida no São Paulo desde a aposentadoria de Rogério Ceni, em dezembro de 2015. Desde então Denis, Renan Ribeiro, Sidão e Jean passaram pelo gol tricolor, mas nenhum deles se firmou.

Com Jean de titular, o São Paulo volta a campo neste domingo, às 17h (de Brasília), contra a Chapecoense, em Chapecó, pela última rodada do Campeonato Brasileiro.

 

Fonte: Globo Esporte

 

Nota do PP: eu concordo com o clube. Temos outras prioridades. Para o gol, ou damos chance a Lucas Perri para ver se ele “vira” ou não, ou, nesse caso, vamos atrás de um goleiro de ponta.

6 comentários em “São Paulo diz que contratação de goleiro não é prioridade

  1. A grande verdade é que ter gasto 10 milhões com um jovem goleiro terá que ser justificada, ou seja, vamos correr o risco de uma contratação que ainda trás uma série de dúvidas.

  2. Goleiro acima da média é essencial ao time.
    A escória ganhou a Libertadores numa defesa do Cássio num chute do Diego Souza pelo Vasco que “se” entrasse eles não teriam tempo para garantir o placar.
    O goleiro do Galo Vitor em 2013 em várias sequências de pênaltis .
    O Grohe pelo Grêmio na libertadores passada com defesas sensacionais.
    O M1to em 2005 contra o Liverpool com defesas fantásticas.
    O Zetti nas duas Libertadores que venceu pelo SPFC.
    Talvez o Jean e o Perri um dia sejam esse goleiro, ainda não são e o Sidão nunca será.

  3. Todo grande time começa com um bom goleiro. Todos sabem disso. Por esta visão da diretoria fica mais fácil perceber o motivo de tantas temporadas ruins. Péssima análise. Precisamos de um goleiro que chegue para resolver! Os nomes que temos para o gol hoje não aguentam a pressão de jogar uma Libertadores pelo SPFC.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*