Jardine fala em ‘saldo extremamente positivo’ após estreia do São Paulo

A estreia do São Paulo na temporada 2019 não foi da forma como o torcedor imaginou. Afinal, o Tricolor foi derrotado pelo Eintracht Frankfurt, da Alemanha, por 2 a 1, e passou longe de ter uma atuação brilhante nos Estados Unidos. Apesar disto, o técnico André Jardine fez questão de exaltar a competitividade de seus jogadores no primeiro desafio do ano, e confidenciou que saiu satisfeito da cidade de São Petersburgo.

– Era um jogo complicado, porque o adversário tem bom nível. Vendo vídeos, fiquei bastante impressionado com a qualidade deles. E é um time que está em meio de temporada. O saldo para nós fica extremamente positivo. No primeiro tempo tivemos um pouco mais de controle, situações importante. No segundo, um pouco mais equilibrado. Fica um saldo bastante interessante, o São Paulo mostra um pouquinho da identidade que a gente quer – afirmou o treinador, lembrando que a equipe alemã está em meio de temporada e, portanto, em melhor forma física do que o Tricolor.

Por ser o primeiro jogo do São Paulo na temporada, a comissão técnica optou por dividir o elenco em dois times. Desta forma, o primeiro tempo, perdido, por 1 a 0, teve a presença da equipe titular, enquanto na etapa inicial os reservas entraram em campo e empataram, em 1 a 1, com os europeus. Como a partida foi disputada em caráter amistoso, o resultado não teve relevância para o clube do Morumbi. A postura dos jogadores, no entanto, foi valorizada.

– Em todas as entrevistas tenho comentado que é desejo nosso ter uma equipe agressiva. Isso contempla a fase defensiva, tem que ser um time que coloque dificuldades à posse do adversário. No primeiro tempo, conseguimos colocar bastante dificuldade para eles. E com a bola, o São Paulo sempre se notabilizou em sua história por ter grandes momentos com a bola no pé. Esse é nosso objetivo – completou Jardine em sua análise sobre o desempenho do Tricolor.

No próximo sábado, às 16h (horário de Brasília), o São Paulo mede forças com o Ajax, da Holanda, no Orlando City Stadium. Será o último jogo do Tricolor na Florida Cup e a última oportunidade da comissão técnica fazer mudanças na equipe antes da estreia no Campeonato Paulista, agendada para o dia 19, contra o São Caetano, no Pacaembu.

Fonte Lance

3 comentários em “Jardine fala em ‘saldo extremamente positivo’ após estreia do São Paulo

  1. Algumas coisas precisam acontecer de diferente. Hudson e Jucilei nao dá mais. O Liziero tem que jogar. Marca e ajuda na criaçao.
    Sou super a favor de dar oportunidades para a base. Acredito que esse Helinho tenha um potencial incrivel, mais ainda nao está pronto para ser titular. Precisa inclusive ganhar massa para aguentar os trancos. Vai colocando ele aos poucos e nao 90 minutos.
    Se o Jardine for cabeçudo nao passa do paulista.

  2. Embora teme pelo resultado do jogo contra o Ajax, que está “voando” e se preparando para enfrentar o Real Madri pela Champions, acho que, neste jogo, o Jardine já deveria mesclar os dois times e tirar o seu time titular para jogar um dos tempos. O Bruno Peres não pode ser titular do S.Paulo. Nem o Hudson; muito menos o Anderson Martins.
    Entendo que o Jardine dê preferência ao Anderson porque ele tem melhor saída de bola e, para quem deseja ficar com a posse dela, isto é importante. Entretanto, embora com um estilo Fabão, rebatedor, o Bruno Alves dá mais segurança à zaga e, até melhor comprovação (outro defensor, quem sabe) ele deveria ser o companheiro do Arboleda…

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*


Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.