Jardine acredita em São Paulo fortalecido na Libertadores Sub-20

Com dois jogadores a menos na maior parte do tempo do jogo, o São Paulo estreou na Libertadores Sub-20 com um empate diante do Libertad, por 1 a 1, no Estádio Dr. Nicolás Leoz, casa do adversário. O técnico André Jardine comemorou a resposta dos jogadores perante as adversidades da partida e lamentou a atuação do trio de arbitragem.

O jogo foi pegado desde os primeiros minutos, e logo aos 12 minutos do primeiro tempo, Pedro foi expulso, de forma direta, por agressão, segundo a interpretação do árbitro. Depois, o árbitro Germán Delfino, da Argentina, inverteu laterais e faltas, irritando os jogadores são-paulinos, que iam sendo advertidos com cartões amarelos. No início do segundo tempo, foi a vez de Inácio ir para o chuveiro mais cedo. Inconformado com a discrepencia de critérios nas advertencias para os jogadores do Libertad, André Jardine reclamou, e também foi expulso.

Jardine, durante os treinamentos e também na preleção, já alertava o espírito de batalha que seria a Libertadores, mesmo não imaginando que teria problemas com a arbitragem. Após a estreia, o comandante fez uma avaliação do empate heróico.

“A competição se apresentou para nós com a dificuldade que acreditávamos que ela tinha, ainda mais jogando fora de casa, no estádio do adversário, sentindo o peso de que o Brasil é o time a ser batido. Tenho muito a lamentar a atuação da arbitragem, que fez com que todo o time tivesse que se superar e se doar ao máximo do começo ao fim. É um jogo para ser lembrado por muito tempo como exemplo de aplicação, esforço e entrega defendendo o São Paulo, à altura que o clube merece. Continuamos muito vivos na competição”, analisou.

No mesmo grupo estão Independiente Del Valle e Melgar, que, em partida preliminar a do São Paulo, empataram também em 1 a 1, deixando todas as equipes com um ponto. Para André, o Tricolor sai engrandecido do jogo, com a sensação de que poderia ter vencido, mas de que o empate, devido as cincunstâncias, foi bom para se manter vivo na competição.

“Todos saímos do jogo com a sensação de que foi uma grande batalha, que todos foram muito guerreiros, dedicados, e por muito pouco não transformamos o jogo em uma vitória, que seria lembrada para o resto das nossas vidas. Que bom que saímos do jogo vivos na competição e fortalecidos para encarar toda ela. O espírito que cobro do time, foi o que apresentaram hoje”, findou.

O Tricolor volta a campo no dia 3 de fevereira, quarta-feira, às 18h, do Paraguai, 19h de Brasilia, para encarar o Independiente Del Valle, do Equador. A equipe deverá ser comandada pelo coordenador técnico Diego Cabrera, e terá pelo menos três mudanças dentro das quatro linhas, uma vez que Pedro e Inácio cumprirão suspensão, e Lyanco integrará o elenco principal.

 

Fonte: Site Oficial

Foto: Igor Amorim

3 comentários em “Jardine acredita em São Paulo fortalecido na Libertadores Sub-20

  1. A Fox, dona dos direitos de transmissão, preferiu reprisar um joguinho vagabundo da Alemanha, ao invés da estréia do São Paulinho na libertadores. Gostaria de perguntar aos responsáveis pelo canal, qual foi a audiência da reprise daquele “grande jogo” e qual seria a estimativa no caso da transmissão da Libertadores sub20…

  2. Pelo que pude saber, a Fox detém a exclusividade do evento, mas não vai transmitir os jogos da primeira fase. Claro que se fosse o Flamengo ou Corinthians a cobertura seria completa…O resultado foi bom diante dos percalços. Jogo de Libertadores é isso…o Jardine tem razão. São todos contra os brasileiros…e o problema começa pelo idioma.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*