Herdeiro de Ceni? Michel Bastos sai na frente na disputa pela bola parada

Falta para o São Paulo. Rogério Ceni na bola. O pensamento era quase automático de 1997 a 2015, período de tempo em que o Mito marcou seus 131 gols (veja vídeos dos 62 de falta e 69 de pênalti). No último sábado, o Tricolor abriu a temporada 2016 com empate por 1 a 1 diante do RB Brasil, pelo Paulistão, no primeiro jogo oficial após a aposentadoria do ídolo.

Michel Bastos São Paulo (Foto: Érico Leonan/saopaulofc.net)Michel Bastos pode ser novo cobrador de faltas do São Paulo (Foto: Érico Leonan/saopaulofc.net)

Neste início, Michel Bastos foi protagonista e saiu na frente na disputa pelas bolas paradas. Ele não só se arriscou nas faltas, como foi dele o cruzamento para o gol de Ganso, em escanteio pela direita (veja no vídeo acima). O mesmo Michel também quase deu outra assistência para Breno, parado pela trave do goleiro Saulo. E em uma das faltas, ele parou na barreira.

– O problema é que em tantos anos houve alguém que se encarregava sempre e não deixava ninguém bater (risos). Estamos em uma nova etapa. Temos jogadores que chutam muito bem. O gol saiu de um bom chute de Michel Bastos. Vamos aproveitar isso – disse o técnico Bauza.

Além de Michel Bastos, Ganso também se arriscou no fundamento, mas ficou na barreira. Em dois momentos de cobranças de faltas, parte dos 5.606 torcedores que foram ao estádio Moisés Lucarelli gritou o nome de Denis. O goleiro treina diariamente no CT da Barra Funda (confira na foto abaixo), mas reafirmou: não vai se arriscar em 2016.

Denis São Paulo (Foto: Marcos Ribolli)Denis treina faltas no CT da Barra Funda, do São Paulo (Foto: Marcos Ribolli)

– É uma decisão minha. Tenho de me comportar bem debaixo das traves. Fico feliz com o carinho da torcida pedindo para eu cobrar faltas. A história que o Rogério deixou é muito grande, de goleiro e artilheiro. A torcida está acostumada a ter um goleiro que faz gols, mas preciso me firmar debaixo das traves este ano, ajudando o time com defesas. Vou continuar treinando, mas nos jogos não vou cobrar – afirmou Denis, em entrevista à rádio “Globo/CBN”.

Com Denis, Ganso e Michel Bastos, o São Paulo volta a campo quarta-feira, às 21h45 (de Brasília), contra o César Vallejo, no Peru, pela primeira fase da Taça Libertadores.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*