Jadson e Rhodolfo: olheiros do Tricolor no Couto Pereira

Para se classificar à grande final da Copa do Brasil, o São Paulo terá de suportar a pressão no Couto Pereira. Mas a equipe são-paulina contará com dois olheiros que passarão as informações necessárias ao time na noite desta quarta-feira, pelas semifinais da Copa do Brasil.

Rhodolfo e Jadson iniciaram a carreira no Atlético-PR, arquirrival do Coritiba, e sabem o que o Tricolor irá encontrar em Curitiba. O camisa 10, que atuou no time atleticano em 2003 e 2004, pede atenção redobrada no início da partida, quando o Coritiba pressionar a equipe são-paulina.

“A gente sabe que no Couto Pereira o Coritiba cresce bastante, é um time de qualidade. Vai ser um caldeirão e temos de segurar os primeiros 15 minutos e depois usar o contra-ataque. Será uma partida movimentada e difícil”, ressaltou Jadson.

Rhodolfo já esteve no Couto Pereira com o São Paulo. No primeiro turno do Campeonato Brasileiro do ano passado, o Tricolor venceu o Coritiba por 4 a 3, com gols de Carlinhos, Juan, Dagoberto e Lucas. O camisa 4 considera a partida desta quarta-feira como uma verdadeira final.

“É sempre complicado jogar lá. A torcida lota o estádio e apoia do início ao fim. Temos de ser inteligentes. Será uma final, não será fácil, mas também não será impossível. Não podemos bobear, sem desligar um minuto. Dependemos deste título e precisamos passar pelo Coritiba”, completou Rhodolfo, que jogou no Atlético de 2002 a 2011.

Na partida de ida, realizada no Morumbi, o São Paulo venceu no fim por 1 a 0 com um gol de Lucas. Para ficar com a vaga, o Tricolor poderá até empatar no segundo jogo. Uma derrota por um gol de diferença, desde que faça um em Curitiba, também dará a vaga ao time paulista na decisão.

Fonte: Site Oficial

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*