Hudson aconselha jovens do SPFC e se coloca à disposição para ser lateral

O São Paulo enfrenta o Flamengo hoje, a partir das 16h, no Morumbi, com a esperança de manter os 100% de aproveitamento no Campeonato Brasileiro. Para se destacar neste início de competição, o time contou com boas apresentações de jovens formados nas categorias de base, como Antony e Toró, que devem ser titulares mais uma vez. Os garotos, por sua vez, puderam aprender um pouco mais com os conselhos e as palavras dos jogadores experientes, como o capitão Hudson, de 31 anos.

“A gente tenta passar um pouco do que já vivemos no mundo do futebol. Com muita conversa, ajudando sempre a tentar entender o momento que o clube vive”, disse o jogador.

Maduro, o volante sabe de sua importância dentro do elenco do São Paulo. Para a partida de hoje, por exemplo, o capitão poderá até atuar em outra posição. Apesar de ser volante de origem, ele pode atuar como lateral direito na vaga de Igor Vinícius – que cumpre suspensão após ter sido expulso na rodada anterior. O meio campista Tchê Tchê também é uma opção para o setor.

“Eu sou volante de origem, mas já tinha atuado na lateral. É normal, a gente se adapta facilmente quando o entrosamento e os treinamentos são bem feitos”, explicou Hudson, que atuou como lateral na fase final do Campeonato Paulista.

Confira outros trechos da entrevista com Hudson:

Brasileirão

Acredito que tenham de cinco a oito times que brigarão por esse título e vamos buscar o nosso melhor para que estejamos sempre nesta briga. E é como tem que ser. Um clube grande como esse tem que brigar por título em toda competição que entrar.

Qualidade do elenco

Aos poucos o time está se formando. As peças que chegaram estão se encaixando de forma rápida e, com certeza, com o que temos no elenco formaremos um grupo muito bom de trabalhar e forte para competir durante a temporada.

Cara do São Paulo

Formamos uma identidade de um time aguerrido, de muita entrega e que luta por toda bola, em busca sempre da vitória.

Final do Paulistão contra o Corinthians

É claro que não foi com o desfecho que eu gostaria, mas com certeza tem um sabor especial. É muito motivador e emocionante defender essa camisa em uma decisão de campeonato.

 

Fonte: Uol

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*


Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.