Heróis da Libertadores de 92 são homenageados no Morumbi

A torcida do São Paulo teve boa dose de nostalgia antes do início do confronto com o Atlético-MG, neste domingo, no Morumbi, pela quinta rodada do Campeonato Brasileiro. Das arquibancadas, os fanáticos tiveram a oportunidade de rever os ídolos que conquistaram a primeira Taça Libertadores da história do clube, em 1992. Zetti, Pintado, Cafu, Raí e Ronaldão, entre outros símbolos daquele título, entraram em campo com o time titular, ganharam medalhas e foram homenageados.

Uma taça simbólica da Libertadores entrou em campo com o mascote do São Paulo e foi erguida pelos ex-jogadores. No centro do gramado, diversas crianças formaram um círculo no meio de campo e saudaram os ídolos da antiga geração. Rogério Ceni, em recuperação de uma lesão no ombro, entregou uma placa comemorativa a Zetti, que teve atuação histórica ao defender uma batida na decisão por pênaltis da final, disputada contra o Newell’s Old Boys, da Argentina.

homenagem ídolos São Paulo 92 (Foto: Marcelo Hazan / Globoesporte.com)Ídolos levantam réplica da Libertadores de 1992 (Foto: Marcelo Hazan / Globoesporte.com)

Contra o Galo, os nomes dos ídolos do passado estamparão as camisas dos atuais jogadores.

– Dá tempo de jogar ainda, acho que vou pegar uma chuteira e me inscrever (risos). Depois de 20 anos ser relembrado é uma alegria imensa – comemorou Cafu, em entrevista à Rádio Globo.

Técnico comandante daquele time histórico, Telê Santana, que morreu em 2006, também foi lembrado pelos torcedores, que gritaram seu nome.

Confira a escalação do Tricolor com os respectivos nomes dos ídolos:

22 – Denis (Zetti); 23 – Douglas (Cafu), 13 – Paulo Miranda (Ronaldão), 4 – Rhodolfo (Antônio Carlos) e 6 – Cortez (Ivan); 8 – Fabricio (Suélio), 28 – Casemiro (Pintado), 16 Cícero – (Elivélton) e 10 – Jadson (Raí); 7 – Lucas (Müller) e 9 – Luís Fabiano (Palhinha)

Fonte: Globo Esporte

Um comentário em “Heróis da Libertadores de 92 são homenageados no Morumbi

  1. Olha que se eles todos vestissem os uniformes e a chuteiras deixariam muitos titulares com a cara vermelha de vergonha pelo futebol que apresentam vestindo o manto sagrado do Tricolor e se tivessem um naco de vergonha na cara pediriam demissao por nao ter condicoes de estar jogando com o manto Tricolor.

    Luis Fabiano – Apesar do gol da vitoria e der ter razao nas reclamacooes contra o juiz do jogo de hoje ele tem que se controlar e nao ser expulso deixando o time numa “ROUBADA”, apesar de o time nao estar jogando bem o jogo todo e assim levou um sufoco entre aspas, portanto DESCE, BOLA MUCHA, E para o Jadson e Cicero que nao vieram para o jogo e SOBE PARA CASEMIRO que anulou Ronaldinmho Gayucho. abs Paulo Pontes.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*