Goleiro na linha, “barreiras vestidas”, times com 13: os treinos de Osorio

Em uma semana, uma lista de cenas não muito comuns. Quando assumiu para valer o comando dos treinos do São Paulo, logo após a vitória sobre o Grêmio, por 2 a 0, pela sexta rodada do Campeonato Brasileiro, Juan Carlos Osorio apresentou suas novidades. Com uma série de treinos fora do padrão brasileiro, o técnico colombiano mudou a rotina e conquistou o grupo tricolor.

Foram várias novidades: goleiros na linha, treinos táticos com 13 jogadores em cada time, barreiras de uniforme no lugar dos adversários, equipes com titulares e reservas misturados…

À primeira vista, os treinos intrigaram os jornalistas. O grupo, no entanto, disse ter assimilado bem as mudanças de Osorio.

– Nós conseguimos ter a noção de que vai dar resultado. Estamos vendo que está dando certo. Essa mudança de mostrar no papel o porquê daquilo. Isso impressionou no Osorio – afirmou o volante Souza.

Com duas vitórias em duas partidas no comando do São Paulo, ainda é cedo para avaliar o desempenho do treinador colombiano. É possível, porém, apontar as mudanças feitas pelo técnico no dia a dia do clube.

Veja:

GOLEIROS NA LINHA

Na primeira vez em que assumiu o controle dos treinos no São Paulo, Osorio surpreendeu ao mandar seus goleiros para a linha. Sem Centurión, liberado para resolver assuntos familiares na Argentina, o colombiano escalou seus goleiros no meio-campo. Primeiro, foi Rogério quem jogou como volante. Depois, Renan Ribeiro assumiu a função.

Rogério Ceni e Juan Carlos Osorio São Paulo (Foto: Divulgação/saopaulofc.net)Ceni conversa com Osorio durante treino em que atuou como volante (Foto: Divulgação/saopaulofc.net)

BARREIRAS UNIFORMIZADAS

No dia seguinte, Osorio montou o campo com barreiras uniformizadas fazendo a posição dos marcadores rivais. Assim, o colombiano organizou as jogadas de ataque. O jogador saía sempre da esquerda, tabelava com alguém no meio, passava pela barreira fixa e cruzava para a área. Alguém dominava para um terceiro que vinha de trás chutando. No outro, Milton Cruz organizava a saída da defesa na marcação mano a mano.

Osorio repetiu o treino nesta terça, mas mudou de função. Enquanto Milton orientava o ataque, o colombiano guiava seus defensores.

Osorio Treino São Paulo barreiras vestidas (Foto: Érico Leonan/saopaulofc.net)Osorio usou barreiras no treino para simular marcação rival (Foto: Érico Leonan/saopaulofc.net)

TIMES COM 13

Mais uma novidade testada por Osorio. Em um treino tático, o colombiano montou seus times com 13 titulares em cada lado. À primeira vista, ninguém entendeu muito bem. A ideia, porém, foi explicada depois por Dória.

– Foi para treinar raciocínio rápido, com mais gente dentro do campo é mais difícil de achar o companheiro. Isso ajuda bastante. Fizemos um trabalho diferente antes, que vocês não conseguiram ver, que também vai ajudar muito – declarou o zagueiro do São Paulo.

AO ATAQUE!

Durante a semana, Osorio dividiu o campo em zonas. Em todos os treinos, o técnico tentou passar uma mentalidade ofensiva ao time. Chegou, inclusive, a pedir que, a cada três toques, um passe fosse obrigatoriamente para frente.

“INTENSIDAD, INTENSIDAD”

Foi a palavra de ordem durante todos os treinos de Osorio. Ainda se adaptando ao português, o colombiano comandou treinos pesados, sempre pedindo intensidade aos seus jogadores. Como resultado, treinos muito disputados, com os atletas mostrando vontade e dedicação.

Juan Carlos Osorio São Paulo (Foto: Site oficial do SPFC)Juan Carlos Osorio pediu muita intensidade ao time do São Paulo nos treinamentos (Foto: Site oficial do SPFC)

JUNTO E MISTURADO

Osorio também não se preocupou em apresentar sua formação titular. Nos treinos, costuma misturar os possíveis titulares com os reservas. Assim, incentiva a ideia de rodízio. Nas partidascontra o Grêmio e contra a Chapecoense, o colombiano mudou a equipe, até pela necessidade diante de desfalques. As substituições, porém, devem ser constantes a cada rodada.

Fonte: Globo Esporte

2 comentários em “Goleiro na linha, “barreiras vestidas”, times com 13: os treinos de Osorio

  1. Gostei. Sempre para a frente… nada de ficar se defendendo, como time pequeno. Intensidade, nada de ficar aquela moleza goleiro-zaga, zaga-goleiro.

  2. O que mais me agrada no Osório é sua filosofia de sempre atacar, encurralar o adversário no seu campo e jogar com marcação adiantada, chega de jogar atrás e esperar o adversário para contra atacar, esse tipo de tática é para time pequeno e covarde, os grandes tem que jogar assim, parabéns Osório, está no caminho certo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*


Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.