“Geração River”: Rodrigo Caio e João Schmidt são Cotia na Libertadores

Rodrigo Caio e João Schmidt chegaram ao São Paulo em tempos de fartura. Era troféu pra cá, volta olímpica pra lá, títulos a rodo. Eles se conheceram em 2006, quando o primeiro passou numa peneira do clube em sua cidade, Dracena, no interior paulista. Schmidt estava no Tricolor desde 2005, ano glorioso, de títulos paulista, da Libertadores e do Mundial, e de vitórias marcantes como as duas sobre o River Plate, na semifinal do torneio continental.

Rodrigo Caio e João Schmidt (Foto: Rubens Chiri/www.saopaulofc.net)João Schmidt e Rodrigo Caio jogam juntos desde que são juvenis no São Paulo (Foto: Rubens Chiri/www.saopaulofc.net)

Mais de uma década depois, as revelações tricolores se tornaram peças importantes da equipe principal, realizaram o sonho que era de centenas de garotos da época. E vão participar, quem diria, de um jogo decisivo contra o mesmo River Plate, também pela Libertadores.

Parceiros desde os 14 anos, os jovens, agora com 22, são os principais representantes das categorias de base do São Paulo no time atual. Breno ainda sofre com os problemas físicos e clínicos, consequentes do longo período longe do futebol. Lucas Fernandes, o caçula de 18 anos, tem entrado aos poucos, ainda como coadjuvante. Rogério Ceni, ícone do clube, se aposentou.

 

Fonte: Globo Esporte

5 comentários em ““Geração River”: Rodrigo Caio e João Schmidt são Cotia na Libertadores

  1. Anote aí, João. As propostas vão chegar. Lembre-se de que ele quase foi para o Valencia, mas a ganância do Aidar melou a transação.
    Se você acha o Rodrigo Caio mole, o que me diz do Lugano?

  2. Você comparar Rodrigo Caio com esses caras apenas pela estatura é insanidade.

    Ele é muito mole, pode reparar que toda jogada ele vira as costas para o atacante. Ele está há pelo menos quatro anos no profissional, se fosse esse bom zagueiro e ótimo volante, a cada seis meses choveriam propostas, não?

    Não esqueça que Casemiro saiu do São Paulo por questões disciplinares.

  3. Rodrigo Caio é um bom zagueiro e um ótimo volante. Quando estiver jogando na Europa, talvez já no semestre que vem, os críticos vão lamentar sua saída. Como fazem com Casemiro.
    Os entendidos de zaga gostam de homens grandes e corpulentos. Esquecem que Rodrigo Caio é mais alto que Mascherano, Ayala e Passarella, só para citar três zagueiros baixos que passaram pelo adversário de hoje, o River Plate. Enfim, questão de preferência.

  4. bauza, fechou o meio campo? falou para seus volantes para saírem da lateral e jogo no meio que o seu lugar ,falou também para subi um de cada vez e nao os dois

    pronto essa e forma da vitoria fez isso ganha nao fez só um milagre

    como poucos aqui eu sempre disse que o soberano nao estava fora da libertadores diferente de muitos aqui

    domingo luladrao ganha da globo ,TSE caça dilma e temer a daqui a 90 dias eleições

    pra sempre soberano

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*