Ganso vê Danubio eliminado e cobra: “Não podemos perder ponto”

Embora não esteja de fato eliminado, o Danubio precisa vencer suas duas últimas partidas – e contar com duas vitórias do Corinthians, além de recuperar o saldo de gols negativo – para não cair na Copa Libertadores. Missão que leva o são-paulino Paulo Henrique Ganso a, desde já, descartar o adversário desta quarta-feira como um concorrente. Para ele, portanto, vencer o lanterna do grupo 2 é obrigação.

“A gente não pode perder pontos para essa equipe”, cobrou o meia, ao ser lembrado que um tropeço em Montevidéu obrigaria a torcer pelo Corinthians contra o San Lorenzo, na quinta-feira. “Exatamente. Temos de fazer nossa parte, que é trazer a vitória, não podemos perder pontos para uma equipe que já está eliminada”, reforçou.

O atacante Luis Fabiano, que se recuperou de contratura na coxa esquerda e voltou a ser relacionado após quatro semanas, tem opinião semelhante. “O Danubio vai buscar a vitória, vai tentar de tudo para nos complicar. Mas estamos preparados, porque jogamos muito mais do que eles. É nossa vida, nossa classificação”, avaliou, depois de ter visto pela televisão as duas últimas boas vitórias no Campeonato Paulista.

“Temos que aproveitar essa sequência de bons jogos, de vitórias, deixar de vez o mau momento para trás e tentar fazer nosso melhor. Tentar trazer a classificação. Acho que, ganhando, e acontecendo um empate entre Corinthians e San Lorenzo, a classificação vai ficar bem encaminhada”, comentou.

Djalma Vassão/Gazeta Press

Meia são-paulino conversou com a imprensa na manhã desta terça-feira, antes do embarque para Montevidéu

Caso a previsão do centroavante se confirme, o São Paulo chegaria à rodada derradeira da fase de grupos com dois pontos de vantagem sobre o San Lorenzo – atualmente, ambos somam seis pontos cada, estando o time brasileiro à frente pelo saldo de gols. O último compromisso será o clássico contra o Corinthians, no Morumbi, no mesmo dia em que o San Lorenzo receberá o (talvez eliminado, de fato) Danubio, na Argentina.

Para passar pelo campeão uruguaio do ano passado, o técnico interino Milton Cruz tem três desfalques: além do atacante Alan Kardec, que operou o joelho direito e ficará em recuperação por até seis meses, também os volantes Denilson (suspenso pelo terceiro cartão amarelo) e Wesley (não inscrito na competição sul-americana). O duelo está marcado para 22 horas (de Brasília) desta quarta-feira, no Estádio Luiz Franzini.

 

Fonte: Gazeta Esportiva

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*