Ganso e Cañete comandam vitoria dos reservas no Morumbi

Não foi uma apresentação primorosa do São Paulo, mas os reservas do Tricolor deram conta do recado e bateram o Atlético Sorocaba por 2 a 1, neste sábado, no Morumbi. Os gols são-paulinos foram marcados por Paulo Henrique Ganso e Marcelo Cañete – ambos marcaram pela primeira vez com a camisa do clube. Fábio Sanches anotou o dos atleticanos.

O São Paulo iniciou a partida pressionando o Atlético Sorocaba, mas sem chegar com muito perigo à meta de Marcelo Moretto. O argentino Cañete, que fez seu primeiro jogo como titular e atuou pela esquerda do ataque, era o mais acionado pelos companheiros.

Porém, apesar da ligeira pressão e de dominar a posse de bola, o Tricolor só assustaria Moretto aos 21 minutos, quando Cañete se livrou de um zagueiro e finalizou por cobertura, obrigando o goleiro do Atlético a fazer boa defesa.

O relógio corria e nada de Ganso se apresentar para o jogo. Apagado, o camisa 8 estava posicionado bem próximo dos atacantes, o que resultou em um buraco entre a linha de volantes e o Maestro.

Porém, a partir da metade da etapa inicial, Ganso passou a ser mais participativo e, as 26, serviu Paulo Miranda que, em rápido contra-ataque, arriscou de fora da área e Moretto realizou mais uma boa intervenção.

E seria de Ganso, em seu melhor momento no primeiro tempo, o gol que daria a vantagem parcial ao São Paulo. Carleto recebeu passe no lado direito e cruzou para a área. O camisa 8, livre de marcação, só desviou de cabeça para marcar seu primeiro gol com a camisa tricolor.

Na volta para a etapa complementar, o técnico Estevam Soares promoveu a entrada de Bruninho no lugar de Gilberto, dando mais poder de ataque aos sorocabanos. E seria o camisa 16 do Atlético que tentaria complicar para o Tricolor.

Aos 8 minutos, Balotelli – que não é aquele – lançou Bruninho que, em velocidade, bateu Edson Silva e ficou cara a cara com Denis. Porém, o camisa 14 são-paulino se recuperou e desarmou o atacante na hora certa, desviando a bola para escanteio.

Disperso, o time do São Paulo voltou do intervalo errando muitos passes e dando a bola de graça aos atleticanos. Aos 15 minutos, Tiago Marques chutou de longe e Denis espalmou no pé de César. O volante, na marca do pênalti, acabou enchendo demais o pé e mandou por cima do gol, desperdiçando a melhor chance dos visitantes na partida.

E como diz o velho ditado do futebol “quem não faz, toma”, o Atlético Sorocaba foi castigado pelas chances perdidas e levou o segundo do Tricolor. Cañete, melhor em campo por parte do São Paulo, arriscou de fora da área e mandou uma bomba no ângulo de Marcelo Moretto para ampliar a favor do Tricolor.

Justamente quando o clube do Morumbi fez o segundo, os sorocabanos reagiram e diminuíram com o zagueiro Fábio Sanches, que aproveitou péssima saída de Denis para descontar, de cabeça.

Depois da falha, o goleiro são-paulino se redimiria e evitaria o segundo do Atlético ao fazer grande defesa em chute cruzado de Junior Timbó, segundos antes do apito final.

O próximo adversário do São Paulo será o Bolívar (BOL), na próxima quarta-feira, em La Paz, no jogo de volta da primeira fase da Libertadores. Na partida de ida, o Tricolor bateu os bolivianos por 5 a 0 e assim garantirá vaga na fase de grupos da competição sul-americana mesmo que perca por até quatro gols de diferença, Já o Atlético Sorocaba recebe o Botafogo-SP, na próxima quinta-feira, em Sorocaba.

FICHA TÉCNICA

SÃO PAULO 2  X 1 ATLÉTICO SOROCABA

Estádio: Morumbi, em São Paulo (SP)
Data/hora: 26/1/2013 – 17h (de Brasília)
Árbitro: Aurélio Santanna Martins
Auxiliares: Marco Antonio Gonzaga da Silva e David Botelho Barbosa
Renda e público: 6.966 torcedores / R$ 190.531
Cartões Amarelos: Fabio Sanchez – 17/2ºT e Da Silva – 43’/2ºT

GOLS: Ganso, 30’/1ºT (1-0); , Cañete, 31’/2ºT (2-0) e Fábio Sanchez 38’/2ºT (2-1),

SÃO PAULO: Denis; Paulo Miranda (Rodrigo Caio 19’/2ºT), Rafael Toloi, Edson Silva e Carleto; Casemiro, Maicon (Thiago 31’/2ºT) e Ganso; Aloísio (Lucas Farias 13’/2ºT), Cañete e Ademilson. Técnico: Ney Franco

ATLÉTICO SOROCABA: Moretto; Fábio Sanches, César, Tom e Edson Sittá; Da Silva, Gilberto Santos (Bruninho, 46’/2ºT), Carlinhos (Jorge Preá 35’/2ºT) e Willian Simões; Thiago Marques (Júnior Timbó 15’/2ºT) e Rogério Balotelli. Técnico: Estevam Soares

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*