Ganso aponta eliminações recentes por pressão extra no São Paulo

O São Paulo começou o Campeonato Brasileiro com duas feridas abertas. Bastou um tropeço para as decepções na Taça Libertadores e no Paulistão voltarem à tona. Para o meia Paulo Henrique Ganso, a proporção que a derrota para o Goiás, por 1 a 0, na última quarta-feira, tomou é reflexo das recentes eliminações na temporada.

– Não dá para você dizer que a fase é ruim, mas também não é tão boa por causa das eliminações. É começo de campeonato. Mas ninguém aqui dentro tem problema em lidar com pressão. Precisamos continuar trabalhando. Perder e ganhar vai acontecer dentro da competição – analisou o camisa 8 tricolor.

Até a última quarta-feira, o Tricolor era líder invicto do Brasileiro e começava a dar sinais de que as quedas ficariam para trás. Mas o bom início deu lugar rapidamente à pressão com o revés em casa. Da arquibancada, a torcida pediu a volta de Muricy Ramalho, tricampeão brasileiro pelo clube e demitido do Santos na semana passada.

– A derrota foi surpreendente. Atacamos o Goiás durante os 90 minutos. Jogamos contra um adversário que jogou muito atrás, mas não conseguimos acertar o gol.

Ganso compreende a insatisfação da torcida com o desempenho do time em 2013, mas garante que a cobrança não interfere durante as partidas.

– O torcedor do São Paulo é exigente, e não tem de ser diferente. É um clube que, pela tradição, precisa sempre disputar títulos. Infelizmente não conseguimos neste início de ano, mas é começo de campeonato e ainda temos muito a crescer. É normal o torcedor cobrar, mas temos de ter a cabeça tranquila durante os 90 minutos para buscar as vitórias.

O São Paulo tem uma semana para corrigir os erros da última partida e buscar a reabilitação contra o Grêmio, na próxima quarta-feira, em Porto Alegre. Será o último compromisso do time antes da pausa para a disputa da Copa das Confederações.

 

Fonte: Globo Esporte

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*


Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.