‘Favorito’, São Paulo encara Católica de olho na final da Sul-Americana

Morumbi lotado, a vantagem de jogar pelo 0 a 0 para chegar à final da Copa Sul-Americana e o ímpeto de erguer um título da temporada. Esses são os ingredientes do São Paulo para a partida desta quarta-feira, diante da Universidad Católica (CHI), no Morumbi, às 21h50, pelo jogo de volta da semifinal do torneio continental. Para a decisão, o técnico Ney Franco contará com o zagueiro Rhodolfo, que ficou fora de treinamentos por conta de dores musculares na panturrilha esquerda. Pelo lado dos chilenos, o treinador Martín Lasarte terá o retorno de Fernando Cordero, suspenso do primeiro duelo por conta de cartão vermelho.

Um empate por 0 a 0 garante o Tricolor na próxima fase. Caso haja um empate por mais de dois gols, a vaga ficará com a Universidad Católica (CHI). Caso o resultado do jogo de ida (1 a 1) se repita, a decisão será nos pênaltis. O time que conseguir a vitória estará classificado. Quem passar encara o vencedor de Tigre (ARG) ou Millonarios (COL), que decidem a vaga na quinta-feira, às 22h15 (horário de Brasília), na Colômbia. O primeiro jogo terminou empatado por 0 a 0.

INGREDIENTES PARA AVANÇAR NO MORUMBI

Os jogadores do São Paulo tentam administrar o favoritismo para conquistar a classificação à final da Sul-Americana. Toloi e Jadson, durante as entrevistas coletivas, já afirmavam haver o favoritismo para o jogo. O meia-atacante Lucas, que pode fazer o seu último jogo no Morumbi antes de ir para o Paris Saint-Germain (FRA), em janeiro, sabe da responsabilidade de avançar no torneio.

Caso o São Paulo avance, e o adversário na final seja o Tigre (ARG), por conta do regulamento, o Tricolor decidirá em casa, que deve ser no Morumbi. Se o Millonarios passar, o time joga o primeiro jogo em casa e, como o Morumbi será o palco dos show da Madonna nos dias 4 e 5 de dezembro, o estádio estará sem condições de uso. Pelo Brasileiro, Lucas enfrentará o Corinthians, no domingo, no Pacaembu, por conta da montagem do palco para o show.

– Nossa obrigação é fazer o dever de casa, jogar bem pra passar à final. O time está bem preparado, confiante, passa por um grande momento. Mas, temos que tomar cuidado, é uma equipe de qualidade também. Temos que jogar com inteligência. Fazer um jogo inteligente para passarmos à final – declarou o meia-atacante Lucas, durante entrevista coletiva, na manhã desta terça-feira.

O zagueiro Rhodolfo, que ficou fora do treinamento de segunda-feira por conta de dores musculares na panturrilha esquerda, participou das atividades nesta terça e vai para o jogo. Com isso, o técnico Ney Franco poderá escalar a equipe que considera ideal, com Jadson, Lucas, Osvaldo e Luis Fabiano no comando do ataque.

O meia Paulo Henrique Ganso também está relacionado para a partida. Já Willian José, que marcou dois gols no primeiro jogo diante da Universidad de Chile, pelas quartas de final da competição, está fora da lista de relacionados. Casemiro também ficou fora.

CATÓLICA: NECESSIDADE DE GOL

Após empatar em 1 a 1 no Estádio San Carlos de Apoquindo na partida de ida, a Universidad Católica precisa balançar as redes nesta quarta, já que um empate sem gols classifica o São Paulo. A equipe, já eliminada do Clausura, não joga desde a partida com o Tricolor, na última quinta-feira.

Para o duelo, o técnico Martín Lasarte contará com o retorno de seu camisa 10 Fernando Cordero, suspenso do primeiro duelo diante do clube do Morumbi em razão do cartão vermelho recebido ainda na fase anterior, no jogo que definiu a vaga à semifinal, contra o Independiente (ARG), no Chile.

Nesta quarta-feira, os comandados de Lasarte realizarão às 19h o reconhecimento do gramado do Morumbi, palco do confronto que definirá um dos finalistas da Copa Sul-Americana.

FICHA TÉCNICA
SÃO PAULO X UNIVERSIDAD CATÓLICA (CHI)

Local: Morumbi, em São Paulo (SP)
Data/horário: 28/11/2012, às 21h50 (horário de Brasília)
Árbitro: Juan Soto (VEN)
Assistentes: Jorge Urrego (VEN) e Carlos Lopez (VEN)

SÃO PAULO: Rogério Ceni; Paulo Miranda, Rafael Toloi, Rhodolfo e Cortez; Denilson, Wellington, Jadson, Lucas e Osvaldo; Luis Fabiano. Técnico: Ney Franco.

UNIVERSIDAD CATÓLICA (CHI): Toselli; Álvarez, Martinez, Andia e Parot; Costa, Silva, Ríos e Cordero; Pizarro e Castillo. Técnico: Juan Martín Lasarte.
Fonte: Lance

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*