Fabuloso joga a toalha e quer segurança para focar na Sul-Americana

O empate em 1 a 1 com o Internacional, nesta quarta-feira, complicou a situação do São Paulo na busca pelo título do Campeonato Brasileiro. Com a chance nas mãos de diminuir para apenas dois pontos a diferença em relação ao Cruzeiro, o Tricolor tropeçou e agora está quatro pontos atrás da Raposa, mas com um jogo disputado a mais. O resultado dentro do Morumbi sensibilizou os próprios jogadores do São Paulo, que agora tratam a taça como mero sonho.

– Agora ficou mais difícil – sentenciou o volante Denilson, que teve o discurso acompanhado pela maioria dos companheiros.

O atacante Luis Fabiano, autor do gol que determinou o empate após o Tricolor sair atrás no placar, foi além. Segundo o camisa 9, o objetivo dos quatro últimos jogos do Brasileirão é garantir o segundo lugar da tabela e ter tranquilidade para a disputa da fase final da Copa Sul-Americana. Seis pontos à frente do Inter (agora terceiro colocado) no Brasileirão, o São Paulo está nas semifinais do torneio continental e inicia a disputa na próxima quata-feira, na Colômbia, contra o Atlético Nacional.

– As duas equipes jogavam muita coisa nessa partida, por isso foi muita pegada, porrada… Agora o título fica distante, complicado, difícil. É pensar na Libertadores, em assegurar pelo menos o segundo lugar e conseguir ter tranquilidade no Brasileiro para ir com tudo na Copa Sul-Americana – disse o Fabuloso, praticamente jogando a toalha para a sequência do Brasileirão.

A principal reclamação de Luis Fabiano foi a respeito da arbitragem que, segundo ele, deixou o jogo “desleal”. Agora, superado o baque, o São Paulo junta os cacos do empate no Morumbi para enfrentar o Palmeiras em clássico no próximo domingo, às 19h30, também no seu estádio.
Fonte: Lance

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*