Exame não aponta lesão, mas dor muscular leva Kaká ao Reffis

As dores musculares na panturrilha esquerda de Kaká não são fruto de lesão, segundo mostrou exame médico. Mesmo assim, o incômodo no local forçou o meia a se ausentar das atividades em campo e iniciar tratamento no Reffis, na manhã desta sexta-feira, dois dias depois do empate com a Chapecoense.

Kaká reclamou de dor na metade do segundo tempo e foi substituído por Boschilia. No dia seguinte, assim que retornou de Santa Catarina, foi liberado, assim como todo o grupo que havia viajado.

Independentemente de sua condição clínica, Kaká já não poderia atuar na segunda-feira, contra o Goiás, no Morumbi. Ele recebeu o terceiro cartão amarelo e terá que cumprir suspensão, a exemplo do zagueiro Rafael Toloi. Quem também não joga por suspensão é o zagueiro Paulo Miranda, que foi expulso.

A baixa por lesão é Alexandre Pato. Com edema na coxa esquerda, o atacante, que já não atuou contra Bahia e Chapecoense, não se recuperará a tempo de enfrentar o Goiás.

Em contrapartida, o centroavante Luis Fabiano está liberado pelo departamento médico depois de se livrar de dores na coxa direita. Na manhã desta sexta-feira, ele trabalhou normalmente com o restante do elenco e está à disposição do técnico Muricy Ramalho.

 

Fonte: Gazeta Esportiva

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*