Ex-companheiro de Pato, Ceará alerta Cruzeiro: ‘ele quer calar críticos’

O experiente lateral-direito Ceará estava no Internacional quando Alexandre Pato surgiu para o futebol e despertou a atenção de todo mundo, tanto que foi rapidamente contratado pelo Milan. Embora o atacante viva uma situação completamente diferente, o cruzeirense conhece bem a qualidade do ex-companheiro e alerta para as dificuldades que os defensores celestes deverão encontrar.

Segundo Ceará, a passagem apagada pelo Corinthians serve de estímulo para Alexandre Pato agora no São Paulo. O lateral acredita que o atacante estará bastante motivado para enfrentar o time celeste. “Todo atleta quando chega a uma nova equipe, quer mostrar sua qualidade, se impor. Como ele foi questionado no Corinthians, quer mostrar o contrário, calar os críticos, e isso dificulta para o Cruzeiro”, afirmou.

O lateral enumerou as qualidades do antigo companheiro e como pará-lo. “A movimentação dele é boa, trata-se de um jogador rápido e forte. Temos que nos precaver nesse sentido, estar próximo na linha de quatro defensiva, pois o Ganso tem visão de jogo muito boa. Esse é o nosso principal dever, anular os espaços do Pato”, comentou.

Ceará também demonstrou preocupação com todo o ataque tricolor, que ainda conta com jogadores badalados como Luis Fabiano e o meia Paulo Henrique Ganso. “Sabemos que o São Paulo tem um poder técnico muito grande, jogadores qualificados na parte ofensiva. Temos treinado essa parte defensiva há algumas semanas, tentando alinhar o setor para não sofrer gols. Mais uma vez o Marcelo nos orientou nesse aspecto, para anular os pontos positivos do São Paulo, que é a movimentação do Pato com Luis Fabiano e as enfiadas de bola do Ganso”, observou.

Embora tenha um compromisso decisivo contra o Cerro Porteño, na quarta-feira, pelas oitavas de final da Libertadores, o lateral-direito afirma que neste momento o foco tem que estar apenas nos paulistas. “A gente sabe que o Campeonato Brasileiro, ainda que seja de pontos corridos, cada jogo vale muito. Não existe final e se somar pontos desde o início, estaremos melhor na reta final. Tem que focar completamente no jogo com o São Paulo e só depois pensar no Cerro. Teremos um tempo hábil para pensar”, comentou.

E para ganhar do São Paulo o time terá a motivação da revanche, já que não ganha do rival há quase dez anos como mandante e até mesmo no ano passado, quando foi campeão brasileiro com sobras, foi surpreendido jogando dentro de casa. Foi para os paulistas que o time sofreu a primeira derrota, por 2 a 0, atuando no novo Mineirão e viu cair a invencibilidade de 21 jogos.

“Como mandante no último ano perdemos para o São Paulo e fica esse sabor amargo, querendo revanche. Ainda que não joguemos no Mineirão, precisamos devolver essa derrota. Isso não deixa de ser um fator a mais positivo para que nos dediquemos mais, para que a atenção seja maior, para que façamos um belo jogo e, assim, vencer o adversário”, ressaltou.

 

Fonte: Uol

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*


Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.