Evolução física, chegadas e saídas: São Paulo espera crescer na pausa

O São Paulo ainda disputará mais sete jogos até o dia 13 de junho, quando começará a pausa de um mês no Brasileirão e na Copa do Brasil por causa da Copa América, mas já tem planos para este período. Melhorar a condição física do elenco, contratar reforços, liberar alguns jogadores que não têm espaço e espantar os europeus interessados nos garotos de Cotia estão entre eles.

Os jogadores devem ganhar alguns dias de folga após o último jogo antes da pausa, dia 13 de junho (quinta-feira), contra o Atlético-MG, no Independência, e depois serão submetidos a uma espécie de nova pré-temporada. O excesso de lesões atrapalhou o Tricolor neste primeiro semestre, e Cuca costuma dizer que o elenco não está “homogêneo” fisicamente.

Isso acontece por que a pré-temporada de janeiro foi bem curta, com Florida Cup seguida de mata-mata contra o Talleres (ARG) na Libertadores, e pelo fato de alguns jogadores terem feito preparações diferentes. Walce, Luan, Igor Gomes e Toró, por exemplo, começaram o ano com a Seleção Brasileira Sub-20 no Sul-Americano da categoria. Antony, por sua vez, disputou a Copa São Paulo Júnior. Hernanes veio de um longo período parado na China. Tchê Tchê, Vitor Bueno e Pato, reforços do meio do ano, também não vinham atuando. A ideia é deixar os atletas em estágios físicos parecidos.

Por falar em reforços, Cuca acredita que ainda seja necessário contratar para brigar pelo título brasileiro. Um dos atletas pedidos por ele à diretoria é o atacante Marquinhos Calazans, cujo contrato com o Fluminense vence até o fim do ano. A negociação com o jovem de 22 anos, que chegou a esquentar em abril, pode ser retomada depois da eleição presidencial no clube carioca, dia 8 de junho. O clube também está atento ao mercado em busca de um centroavante com característica de pivô, deficiência detectada pelo técnico.

– Tem a parada para a Copa América, esse mês e pouquinho, e aí se fortalecem as equipes. E nós podemos e devemos nos fortalecer também se a gente busca as conquistas. Isso a gente está buscando com calma, mas o principal é ter aqui um grupo bom. E a gente tem – disse Cuca.

Para contratar mais, o São Paulo precisará aliviar a folha salarial. Nenê ainda tem chances de sair, assim como Bruno Peres (está emprestado pela Roma até dezembro, mas deve sair em julho) e Jucilei. Outro que pode deixar o Morumbi é o zagueiro Arboleda, que já sinalizou à diretoria o desejo de jogar na Europa e aguarda ofertas formais.

A chance de o equatoriano sair cresce por que o Tricolor precisa fazer dinheiro no meio do ano e já decidiu que fará o possível para não negociar os jovens revelados em Cotia que têm se destacado, casos de Luan, Liziero, Antony, Igor Gomes, Walce, Toró e companhia.

O Tricolor joga domingo, às 11h, contra o Bahia, no Morumbi, e depois ainda pega Corinthians (fora), Cruzeiro (Pacaembu), Avaí (fora) e Atlético-MG (fora) pelo Brasileirão. Na Copa do Brasil, faz os jogos das oitavas de final contra o Bahia nos dias 22 e 29 de maio, primeiro no Morumbi e depois fora.

 

Fonte: Lance

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*


Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.