Estádio do Tigre está descartado para a final da Sul-Americana

O São Paulo ainda não sabe onde será o primeiro jogo da final da Sul-Americana, mas uma coisa é certa: não será na casa do Tigre. Isso porque o Estádio Monumental Victoria, onde o adversário costuma mandar suas partidas, tem capacidade de 28.600 lugares, inferior à marca exigida pela Conmebol para decisões do torneio, de 40 mil.

Com isso, a própria entidade não quer que a partida aconteça na casa do Tigre. O clube argentino manifestou o desejo de que a final acontecesse no local, mas não obteve sucesso. A diretoria do São Paulo também não aceita realizar o jogo no estádio.

Uma das alternativas pensadas pela diretoria do Tigre é o Florencio Sola, estádio do Banfield, próximo às instalações do clube, em Buenos Aires. O problema é que a arena também só comporta 34.900 pessoas.

Com o veto, o mais provável é que a partida aconteça na Bombonera, estádio do Boca, com capacidade para 50 mil pessoas. O estádio, inclusive, comportou a final da Copa Libertadores deste ano, entre o time da casa e o Corinthians, que mais tarde se sagrou campeão no Pacaembu.

Fonte: Lance

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*