‘Espetacular’, Thiago Mendes volta para ser cão de guarda do Tricolor

Na guerra de estratégias entre Dorival Júnior e Juan Carlos Osorio, a qualidade individual de algumas peças poderá fazer a diferença nesta quarta-feira, 22h, na Vila Belmiro. E se a aposta do Santos é na artilharia de Ricardo Oliveira, a esperança do São Paulo é que Thiago Mendes volte em grande estilo para a função de “batedor” do time.

O Tricolor está há quatro jogos invicto e sem sofrer gols, e o volante teve papel fundamental em três dos confrontos. Thiago cresceu de produção como primeiro volante e só foi derrotado uma vez, pelo Ceará na Copa do Brasil. Após cumprir suspensão diante do Internacional, ele terá a missão de parar o badalado ataque alvinegro na 24ª rodada do Campeonato Brasileiro.

– Temos que ter bastante atenção e marcar muito para evitar os erros. Tem também a ausência do Lucas Lima (está com a Seleção Brasileira), que é um grande jogador. O Santos perde um pouco em velocidade sem ele, mas o time deles tem outros com muita qualidade para suprir essa ausência – analisou o camisa 23 ao LANCE!.

Além das boas atuações recentes, Thiago aposta em seu retrospecto particular em clássicos. Em 2013, por exemplo, suou com o Goiás para buscar empate em 2 a 2 com o Atlético-GO nos minutos finais e levantar título estadual.

– Meu desempenho em clássicos no Campeonato Goiano era bom. Eu ganhava mais do que perdia. Eu me recordo desse clássico em especial, Atlético Goianiense contra Goiás. Estávamos perdendo por 2 a 0 e chegamos ao empate faltando menos de 20 minutos para acabar o jogo e fomos campeões. Essa é a melhor recordação que tenho dos clássicos – lembrou.

Com sorte ou competência, o que importa é que o marcador tem deixado os tricolores mais seguros. De Osorio ao zagueiro Edson Silva, que não foi lá muito econômico nos elogios ao novo cão de guarda do Tricolor – são 42 desarmes, quesito no qual é superado apenas pelo volante Hudson e que tem Paulo Henrique Ganso em terceiro, com 40. O líder do Brasileirão é Otávio, do Atléticp-PR, com 87 desarmes.

– No caso do Thiago, ele dispensa comentários. Ajuda muito a gente, protege a zaga. É um jogador espetacular que todo time precisa, de características de velocidade, força física, bom passe e chute a gol. Isso facilita para todos. Nós zagueiros ficamos bem satisfeitos – destacou o novo beque titular, ao L!.

Confira bate-papo exclusivo com Thiago Mendes:

Está acostumado a ser primeiro volante? Tem mais desgaste?
Não, de primeiro volante não, apenas havia jogado de segundo volante. Mas não tenho dificuldade nenhuma em atuar como primeiro. Quanto ao desgaste, tem sido tranquilo, pois venho trabalhando forte a parte física para dar sempre o melhor em campo.

Ter um zagueiro jovem como o Lyanco para proteger é difícil?
Acho que não muda nada. Apesar de jovem, ele vem trabalhando no dia a dia para, quando chegar a hora do jogo, poder dar o melhor de si.

Ter sido capitão (contra a Ponte Preta) te deixou mais à vontade para orientar os zagueiros e cobrar os atacantes e meias para voltarem mais?
Ser capitão foi muito prazeroso para mim. Foi uma honra. Mas isso não interfere em relação às cobranças aos meus companheiros. O time inteiro vem se dedicando e procurando dar o seu melhor, cada um está fazendo a sua parte dentro de campo e buscando o melhor para o time.

Fonte: Lance

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*