Empresário não descarta volta de Evangelista, mas cita propostas da Itália

Há mais de um mês sem clube, o jovem Lucas Evangelista pode retornar ao São Paulo. É o que afirmou seu empresário, Wagner Ribeiro, em entrevista ao Mesa Redonda, da TV Gazeta. No mês passado, Ribeiro acionou a justiça para invalidar um novo contrato entre São Paulo e Desportivo Brasil, clube que detém os direitos do jogador.

“Eu me incomodei com o jeito que o São Paulo tratou a divisão dos direitos econômicos  e pedi para o contrato ser invalidado, mas o retorno dele ao time é possível ainda, até porque é um grande clube e que demonstra interesse em contar o jogador, tendo até comprado parte de seus direitos”, declarou.

O empresário ainda afirmou que um dos possíveis destinos de Lucas Evangelista é a Itália. De acordo com Wagner Ribeiro, dois clubes do país europeu teriam interesse no meio-campista.

“Ele gostaria de ter mais chances, o que não vinha acontecendo no São Paulo. Na Europa, ele é muito valorizado por ter ganhado o Torneio de Toulon e por ser tão novo. Os principais interessados nele são a Udinese e o Verona”, completou.

 

Fonte: Gazeta Esportiva

5 comentários em “Empresário não descarta volta de Evangelista, mas cita propostas da Itália

  1. O Evangelista até pode vir a ser um jogador razoável mas duvido muito que tem algum time querendo pagar para ele para jogar na Europa. É lorota desse empresário que fez “caca” com o menino e agora quer ver se volta ao início.
    Também sou a favor de o SP mandar o esse senhor “catar coquinho” com seu representado. Deixe que ele encontre algum timinho que aceite o jogador e, se amanhã ele for bem, o SP tem participação em seu passe.

  2. Que vá embora então!!
    Antes estava dando chilique, achando que era o “Neymar”…
    Agora q o SPFC contratou gente de peso, vai entrosar e estará na parte de cima da tabela, agora quer voltar né….
    Que vá embora de uma vez!!

  3. Agora é o momento de o São Paulo não se rebaixar. Eu não quero mais jogadores desse Wagner Ribeiro no SPFC. Isso q ele faz não é ser empresário. A Lei Pelé precisa ser urgentemente revogada.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*