Em reunião no São Paulo, Aidar assume ‘autoria’ de caso Maidana

O presidente do São Paulo, Carlos Miguel Aidar, se reuniu com sua alta cúpula na noite desta quinta-feira para prestar esclarecimentos sobre a polêmica contratação do zagueiro Iago Maidana, de 19 anos de idade. No encontro, Aidar assumiu, perante seus principais aliados, a responsabilidade pelas negociações que fizeram o Tricolor pagar pelo menos três vezes mais do que o previsto para contratar o jogador, que estava no Criciúma e passou apenas dois dias registrado no Monte Cristo, clube da terceira divisão goiana.

Com tal postura, além de tentar explicar aos seus aliados as peculiaridades das tratativas, o mandatário eximiu de culpa o vice-presidente de futebol, Ataíde Gil Guerreiro, responsável pela caneta no futebol do São Paulo. Antes desta reunião, Ataíde tinha declarado publicamente que aprovou o desfecho das tratativas conduzidas pelo gerente-executivo José Eduardo Chimello. No encontro, Aidar disse ainda que o vice o fez em defesa da instituição. Antes, o presidente tinha apontado apenas Ataíde e Chimello como condutores das conversas.

Participaram da reunião no Morumbi, além de Aidar e Ataíde, o vice-presidente geral Julio Casares, o vice financeiro Osvaldo Vieira de Abreu, o vice de comunicação e marketing Douglas Schwartzmann, o diretor de relações institucionais Dorival Decoussau e o diretor jurídico Leonardo Serafim. Em contato com o LANCE!, dois dos presentes confirmaram o encontro.

Apesar de Aidar minimizar e dizer que não sabia sequer que o jogador pertencia ao Criciúma, os demais dirigentes estão preocupados com a possibilidade de o São Paulo ser punido esportivamente pela negociação. Como há indícios da participação de terceiros, no caso o grupo Itaquerão Soccer, o Tricolor já foi intimidado pela Confederação Brasileira de Futebol (CBF) a prestar esclarecimentos sobre a contratação de Iago Maidana. Desde maio, o regulamento da Fifa para transferências impede a participação de terceiros e prevê punições, como a perda do direito de contratar jogadores por um determinado período. A princípio, o caso será conduzido pela CBF por se tratar de uma transferência nacional, mas a entidade máxima do futebol pode intervir caso não haja soluções.

Maidana foi contratado há duas semanas e, desde então, as partes envolvidas adotam discursos conflitantes para explicar como, em dois dias, o valor do jogador passou de R$ 400 mil, valor pago o Criciúma liberá-lo, a R$ 2 milhões, desembolsados pelo São Paulo para adquirir apenas 60% dos direitos econômicos do jovem.

Aidar diz que não sabia que Iago pertencia ao clube catarinense, que, por sua vez, acusa o São Paulo de aliciamento. O presidente também garante que tratou apenas com o empresário do atleta e o Monte Cristo. Mas o presidente do clube goiano disse que nunca tratou com o Tricolor, apenas com a empresa Itaquerão Soccer, aberta há dois meses, que confirma participação para tirar o jogador do Criciúma, bem como que negociou com o São Paulo.

Fonte: Lance

 

Nota do PP: desculpem, mas alguém precisa fazer um exame psicológico no presidente. Um dia ele diz que não sabia que o Iago era do Criciúma. No dia seguinte vem e assume a responsabilidade por toda a negociação. E nós somos os palhaços de tudo isso.

11 comentários em “Em reunião no São Paulo, Aidar assume ‘autoria’ de caso Maidana

  1. MEU DEUS ME SENTIRIA MAIS CONFORTÁVEL SE NA REFERIDA REUNIÃO ESTIVESSEM O CORLEONE BARZINI STRACCI,GENOVESE,GAMBINO,LUCCHESE,COITADO DO TRICOLOR QUE NÍVEL DE DIRIGENTES

  2. Prezado Paulo:
    Que situação preocupante, com esse nosso presidente falastrão, controverso e inconfiável;
    Acho que ele não está bem mentalmente, os conselheiros precisam urgentemente interditá-lo;
    Acabei de ver uma pesquisa do globoesporte.com, sobre o percentual de torcida por cidade no Brasil. O crescimento de nossa torcida e participação em todas as regiões é algo fantástico;
    Nosso clube necessita de pessoas centradas e com retidão de caráter, para administrá-lo, o que, infelizmente não se aplica ao nosso presidente.
    Lamentável!

  3. Se uma punição for pretexto pra um impeachment desse aidar… Acho que vale a pena… E o MAC cuidando de futebol feminino da CBF… Pelo amor..

    PP.. Acha que tem chance de algo assim acontecer?? Punição e impeachment??

  4. Saiu o ladrão cachaceiro que arruinou o clube por duas vezes e ainda deixou esse TRASTE trambiqueiro no lugar.
    Isso que é cagar e sentar em cima, Maldito Jumencio lazarento!

  5. Quando vão abrir processo de impeachment desde presidente trambiqueiro e sua turma?

    Está mais difícil de engolir do que a Dilma!

    Safado ainda vai prejudicar o SPFC além de roubar o clube como aquele LADRÃO cachaceiro!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*