Osorio fecha treino, mas tem apenas uma dúvida no Tricolor para o clássico

O técnico Juan Carlos Osorio voltou a fechar a primeira hora do treino do São Paulo na manhã desta sexta-feira, no CCT da Barra Funda, mas a equipe que encara o Palmeiras, no domingo, no Morumbi, só tem uma dúvida: quem será o substituto de Luis Fabiano em relação aos 11 que derrotaram o Vasco no meio da semana, com a possibilidade de manter o esquema utilizado ante os cariocas ou promover o retorno de Carlinhos para o meio-campo.

O colombiano Wilder é a opção mais forte caso Osorio queira deixar uma estrutura semelhante no time, deslocando Paulo Henrique Ganso ou Alexandre Pato para uma função parecida com a exercida pelo camisa 9. O compatriota  do comandante ainda teve boa atuação ante os vascaínos, fazendo linda jogada no terceiro gol do time, ganhando moral com a comissão.

Quando a imprensa teve acesso à atividade, os atletas utilizados desde o início contra o Cruz-maltino já haviam deixado o gramado, assim como Wilder, o que pode ser outro indício da sua utlização. Michel Bastos chutava bolas sozinho atrás de um dos gols enquanto o restante ou estava sentado no banco de reservas ou já se encaminhava para os vestiários. Ao mesmo tempo, os reservas participavam de um treino em campo reduzido, com presença das outras duas alternativas de Osorio para manter o time.

Comandados pelo auxiliar Luis Pompilio, os são-paulinos foram divididos em duas equipes. Sem colete, Matheus Reis fazia a função de volante, enquanto Reinaldo, de vestimenta azul, era o lateral esquerdo de sua equipe. Os dois aparecem como concorrentes pelo fato de o treinador gostar de utilizar Carlinhos como armador, principalmente com a presença de Ganso ao seu lado, dando um melhor toque de bola ao time.

Alan Kardec, que voltou a treinar com o restante de seus companheiros na movimentação de quinta-feira, novamente usou um colete diferente dos outros atletas, indicando que não poderia receber um contato muito forte. A ideia é preservar o avante, que está em fase final de recuperação de uma cirurgia no joelho direito, realizada no dia 9 de abril deste ano.

O volante Hudson, que perdeu os últimos quatro jogos com dores musculares, fez um trabalho individual com o preparador físico Zé Mario Campeiz. Dessa forma, o time mais provável para encarar o Palmeiras tem Rogério Ceni; Bruno, Rodrigo Caio, Lucão e Carlinhos (Matheus Reis); Breno, Thiago Mendes, Wilder (Carlinhos), Ganso e Michel Bastos; Alexandre Pato.

 

Fonte: Gazeta Esportiva

Um comentário em “Osorio fecha treino, mas tem apenas uma dúvida no Tricolor para o clássico

  1. Sinceramente se eu fosse o Osorio nao iria com o Wilder, ia com nosso Rogerio se ele puder jogar logico, e se por acaso o Rogerio nao estivesse bem na partida ai sim entrava logo com Wilder, tb nao escalaria do Rogerio Ceni para preserva-lo para nao tomar mais gols bobos das Pepas, inventava alguma contusao, ja vai ficar fora o Pipoca mesmo.
    E Osorio pelo amor de Deus nao escale carilinhos e nenhuma posicao, mesmo caso do Reinaldo, esses 2 sao a alegria dos adversarios.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*