Em reestreia, Muricy pode igualar Telê Santana na história do São Paulo

Foram 1546 dias de espera, de 19 de junho de 2009, data da demissão, até esta quinta-feira. Tempo que confere um ar saudosista ao reencontro de Muricy Ramalho com o torcedor são-paulino. Ao entrar no Morumbi para comandar o time contra a Ponte Preta, às 21h, o técnico vai ouvir os gritos da arquibancada e recomeçar uma história que ficará ainda mais marcante.

Nas duas passagens anteriores pelo seu clube de coração, Muricy ficou famoso com um tricampeonato brasileiro inédito e tornou-se o quarto treinador que mais comandou o clube na história: 364 vezes. Agora, salvando o time do rebaixamento, terá caminho aberto para crescer na lista e superar inclusive Telê Santana, seu mestre e de todos são-paulinos. Faltam 48 partidas.

No entanto, Muricy  já pode alcançar na reestreia um feito do ex-treinador, falecido em 2006. É que o atual comandante deixou o Tricolor em 2009, quando foi demitido após a quarta eliminação consecutiva da Libertadores, com 197 vitórias, apenas uma a menos do que as conquistadas pelo mestre. Uma marca para lá de expressiva e que ajuda a explicar a euforia do torcedor desde o anúncio de sua contratação.

O São Paulo já vendeu todos os ingressos disponíveis para a partida, em uma carga de 43 mil bilhetes. O Morumbi só não estará completamente lotado porque um setor foi isolado para receber um show  no sábado. Ainda assim, a emoção será inevitável para o treinador, que terá uma noite especial.

– Vai ser difícil, com certeza um momento muito importante – disse Muricy, sobre como será o momento em que seu nome for novamente gritado pelos são-paulinos.

Muricy foi contratado com a missão de salvar o time do rebaixamento, algo que mancharia a história do clube e dele próprio.  A batalha começa nesta quinta-feira e o destino dirá se o treinador abre caminho para perpetuar-se na história tricolor ou se é o início de um trágico capítulo na relação de amor.

Fonte: Lance

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*


Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.