Em rede social, Michel Bastos desabafa: “Não vou tolerar mentiras”

Cobrado por parte da torcida e criticado fortemente por um assessor da presidência do São Paulo, Michel Bastos usou uma rede social para desabafar, na tarde deste sábado.

O meia confirmou que houve divergência de opiniões dentro do grupo em relação à greve de silêncio, mas disse que tomou partido da maioria dos jogadores. Pediu ainda que o elenco se feche para solucionar os problemas internamente a partir de agora.

Michel Bastos não foi relacionado para o jogo deste domingo, contra o Rio Claro, no Pacaembu, pelo Campeonato Paulista.

A decisão nada teria a ver com as polêmicas extracampo. Michel Bastos estaria apenas sendo poupado. A versão oficial, no site do São Paulo, é que ele “não foi relacionado por opção da comissão técnica”.

– Só não vou tolerar mentiras e as coisas que eu vejo que são ditas apenas para me colocar contra o torcedor. Dito tudo isso, eu acho que agora é a hora de nos fecharmos ainda mais, de buscar solucionar os problemas aqui dentro, para que o São Paulo volte a conquistar resultados do tamanho de sua grandeza – escreveu o camisa 7.

Confira abaixo o pronunciamento de Michel Bastos

Iria me pronunciar apenas na hora certa sobre tudo o que tem sido falado nos últimos dias, mas, como estou sendo alvo de inúmeras acusações e especulações que não são verdadeiras, prefiro esclarecer logo o que tem acontecido para que isso não tome uma proporção maior. Em primeiro lugar, eu não fui o idealizador de movimento nenhum dentro do São Paulo e nunca fiz uso da minha posição de capitão para colocar meus companheiros contra a diretoria ou quem quer que seja. A questão do pacto de silêncio foi algo decidido pelo GRUPO, sem nenhuma liderança específica. Como capitão, achei que tinha o dever de tomar a posição que a maioria acreditava ser a certa e foi isso o que fiz. Teria falado se não houvesse esse comprometimento, como aconteceu quando estive na coletiva no dia seguinte da derrota para o Corinthians, sem ter recebido nenhum elogio e reconhecimento por isso. Seguindo na linha de desmentir algumas coisas que estão sendo faladas, não tenho nenhum tipo de rivalidade pessoal com o Lugano, muito menos sou chefe de “panela” dentro do São Paulo. O que houve foi uma divergência de opiniões dele em relação ao que o GRUPO, não o Michel Bastos, decidiu, mas isso foi um assunto que tratamos internamente, assim como estamos tratando a questão dos salários. Algo que também tem me incomodado é estarem insinuando que estou jogando de má vontade. Por mais que alguns estejam fazendo um esforço enorme para tentar mostrar o contrário, não sou mau caráter ao ponto de descontar no torcedor qualquer tipo de insatisfação que eu venha a ter. Isso seria ir contra as milhares de pessoas que abrem mão do pouco que tem para ir aos jogos prestigiar o São Paulo e essa atitude não faz parte da minha índole. Se as críticas tiverem que recair somente sobre mim para que meus companheiros tenham mais tranquilidade para trabalhar, não tem problema. Só não vou tolerar mentiras e as coisas que eu vejo que são ditas apenas para me colocar contra o torcedor. Dito tudo isso, eu acho que agora é a hora de nos fecharmos ainda mais, de buscar solucionar os problemas aqui dentro, para que o São Paulo volte a conquistar resultados do tamanho de sua grandeza. 

13 comentários em “Em rede social, Michel Bastos desabafa: “Não vou tolerar mentiras”

  1. O Michel Bastos não vem jogando bem já ha algum tempo: isto é fato.
    A meu ver, mesmo jogando mal, quando joga pelo lado direito do campo, joga menos mal. Parece, também, que é a posição em que ele mais gosta de jogar.
    Então pergunto: por que ele não conversa com o Paton e pede para jogar pela direita, assim como o Pato fez com o Osorio e mudou o futebol que ele vinha jogando até então?
    E o Paton, não assistiu a jogos do SP com o MB pela direita e não reparou nisto?
    Por que coloca-lo pra jogar na outra ponta onde ele perde oportunidades de finalizar contra o gol, já que, driblando para a perna boa, invariavelmente ele fica com pouco ou sem nenhum ângulo para o chute?
    Sem considerar, também, que o Rogério, por exemplo, vai muito melhor pela esquerda, exatamente pelo mesmo motivo: são goleadores e gostam de finalizar a gol.
    Com a palavra o tal técnico vencedor El Paton…

  2. Michel DENGUE Bastos é um CHULÉ !
    FORA !
    RUA !
    Tenho NOJO desse VERME !!
    Que coisa ridícula !
    E essa diretoria medíocre que não dá um
    PÉ-NA-BUNDA nesses jogadores PATÉTICOS !!

  3. Michel , volta pra sua lateral que VC irá ser melhor ,pra VC e mais ainda pró SPFC , cara VC não tem agressividade como meia e ataque .

    Michel faz o que tou falando que VC vai si dar bem ,
    VC e bom jogador , e é limitado
    Ou joga de volante e corre pró ganso , agora tomar a faxa de capitão não isso o RC deixou o legado para o Lugano

  4. Para que os mais novos saibam: eu vi, Suélio, Dinho, Ronaldão, Ivan, Arlindo, Viana, Peres, (não é o Valdir Peres)dentre tantos mais. O PP também deve tê-los visto jogarem e todos eles contribuíram muito para as vitórias do nosso SPFC, a diferença é que todos eles tinham um bom e capacitado técnico para tirar deles o melhor, ou seja, jogador médio mas bem orientado e na posição certa fará bem ao SPFC, precisamos de um técnico de qualidade, Patton Bauza, para mim, não o é.

  5. Concordo que o Michel Bastos, como a grande maioria dos jogadores está jogando muito abaixo do que podem, mas a partir do momento que a “Torcida Independente” se coloca contra qualquer jogador, por pior que ele seja, estarei sempre a favor do jogador. Se os jogadores se fecharem e jogarem com “sangue nos olhos”, não precisam falar nada para a imprensa, porque essa imprensa faz de tudo para detonar o SPFC, e tem mais, a grande maioria da imprensa paulista tem o seu time preferido e nós, Sãopaulinos sebemos que não é o nosso tricolor.

  6. O engraçado é que basta um jogador ter algumas partidas ruins e criar qualquer tipo de polêmica, por menor que seja do tipo colocar o dedo na frente da boca em sinal de silêncio pra torcida se revoltar fazer manifestação, Pixar muro… A diretoria faz o que faz, o ex presidente ate roubar, roubou e nenhuma palavra, ninguém apareceu pra se manifestar. Se o Michel bastos está apresentando um futebol abaixo da crítica a nossa torcida o é desde sempre.

  7. Boa tarde!Fico sempre no modo leitura,mas em virtude dos acontecimentos e declarações,solicito que revejam o gol do SPFC contra o Cesar Vallejos…me chamou atenção(inclusive fiz comentários no zap com amigos ) a “felicidade demonstrada” pelo jogador em questão com o gol “salvador’ no final da partida ……é digna de nota(vide you tube) !

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*