Em boa fase e mais dinâmico, Ganso aumenta expectativa do São Paulo

Paulo Henrique Ganso roubou a cena na vitória do São Paulo sobre o Flamengo por 2 a 0, domingo, no Maracanã. Além de ter feito os dois gols, o camisa 10 se movimentou, deu bons passes, chapéu e, principalmente, agradou a Muricy Ramalho. 

Após a partida, o treinador elogiou o bom momento de Ganso e afirmou que tem tentado colocar na cabeça do jogador que ele precisa ser mais participativo e mais presente na área adversária. Contra o Fla, foi isso que ele fez. Prova disso é que foi o meia quem mais finalizou na partida – cinco vezes. O pé estava mesmo calibrado, o meia acertou 21 dos 23 passes que executou.

– Há uns dois ou três jogos que ele vem jogando desta maneira. Está entendendo que se ele não se mexer, não procurar espaço, não entrar na área, não consegue jogar. Ele tem o pensamento de que é melhor dar um passe do que fazer gol. Estamos tentando mudar isso nele. O 10 tem de fazer gol também. Ele está comprando a ideia, e aí mostra que é diferente – analisou o treinador. 

Para Ganso, o ideal era que a boa fase tivesse começado antes, o suficiente para tentar convencer Luiz Felipe Scolari a lhe dar uma chance na seleção brasileira.

– Com certeza ele teria de estar na Copa, mas não pelo que estava jogando. O Felipão não vai convocar jogador irregular. Acho que ele está entendendo agora que o futebol é dinâmica.

Com a vitória sobre o Flamengo, o São Paulo chegou a nove pontos e está em sétimo lugar na classificação do Brasileiro. Na próxima quarta, o time volta ao Rio de Janeiro, desta vez para enfrentar o Fluminense.

 

Fonte: Globo Esporte

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*