Em 20 meses, São Paulo trocou cinco vezes de técnico; Ituano, nenhuma

A rotatividade de técnicos no futebol brasileiro não é nenhuma novidade. Adversários pelo Campeonato Paulista no próximo domingo, Ituano e São Paulo parecem ter filosofias distintas quando o assunto é longevidade do trabalho de seus treinadores.

Tarcísio Pugliese, técnico do Ituano, está há mais de 20 meses no cargo. Durante o período, a título de comparação, o São Paulo trocou de comandante cinco vezes. Passaram pelo time do Morumbi, Muricy Ramalho, Milton Cruz, Juan Carlos Osório e Doriva, até a chegada de Edgardo Bauza. O técnico do time de Itu está há mais tempo no cargo, por exemplo, do que Tite, há pouco mais de 15 meses no Corinthians, em sua terceira passagem.

A longevidade de um treinador no comando de uma equipe pode ser creditada ao sucesso e aos títulos conquistados. Porém, nos 20 meses que comanda o Ituano, Tarcísio Pugliese não conquistou um título sequer. O máximo que conseguiu foi o vice-campeonato da Copa Paulista na temporada passada, competição disputada por equipes do interior paulista que não possuem calendário nacional no segundo semestre. Sob comando de Tarcísio, o Ituano acabou eliminado na Copa do Brasil, da Série D do Campeonato Brasileiro, além do Paulistão.

Gestor do Ituano e ex-jogador do São Paulo, Juninho Paulista é o responsável pela manutenção do treinador. Em diversas oportunidades, torcedores pediram a demissão do comandante, masJuninho optou pela continuidade do trabalho. Na avaliação do ex-jogador, é preciso uma sequência para que o resultado a longo prazo apareça, assim como fazia o São Paulo no passado.

– A inconstância é prejudicial. Você tem que escolher bem o treinador e dar o tempo de trabalho para ele. Claro que a pressão no São Paulo é diferente, mas quanto mais longo o tempo de trabalho de um treinador, maior a chance de sucesso. O próprio São Paulo era exemplo disso – analisa o ex-meia, pentacampeão com a seleção brasileira em 2002.

No período em que trocou cinco vezes de comandante, o São Paulo também não conquistou nenhum título. Porém, disputou a Libertadores da América e obteve o quarto lugar no último Campeonato Brasileiro. Apesar da constante troca de treinadores, o time do Morumbi pode orgulhar-se de não ter tido passado por grandes turbulências dentro das competições que disputou.

Se as escolhas de Ituano e São Paulo estão certas ou erradas, apenas o jogo deste domingo e o restante da temporada poderão responder. Os dois times se enfrentam neste domingo, às 16h, no estádio Novelli Júnior, em Itu, pela décima rodada do Campeonato Paulista.

 

Fonte: Globo Esporte

3 comentários em “Em 20 meses, São Paulo trocou cinco vezes de técnico; Ituano, nenhuma

  1. Para mim tb o problema nao é só treinador, pode mudar quanto quiser, o problema começa la em cima, tem algo com diretores, presidente, assessores e etc que impede do time decolar, do treinador que dirige fazer boas coisas, alguma coisa podre tem, a nao ser que venha um treinador que tenha peito para meter a boca quando algo interferir ou ser do contra mesmo, fazer a coisa certa, pq entra sai treinador entra treinador e pouco muda e ate piora cada vez mais, reclamavam do Doriva, mas o que Bauza esta fazendo de bom, reclamavamos do Muriçoca mas continua a mesma coisa, o unico que talvez estivesse fazendo algo diferente e ja estava dando certo é o Ozorio que saiu para coisa melhor e talvez tb via que nao teria muito futuro no sao paulo pq logo iriam querer intervir no time, pq para é a unica explicacao por exemplo com a teimosia do Centurion, ou pq nao escalar o Maicon com o Lugano e trazer o Rodrigo Caio como um falso volante que sabe fazer bem, e pq de tantos erros de finalizacoes, pq jogadores andam em campo, quase nao marcam, falam de cansaço, mas todos os times que estao na libertadores (brasileiros ) estao com a mesma maratona e nem por isso estao jogando mal, ate o Palmares mesmo com a derrota de ontem tem maiores chances que nos, Curintias praticamente classificado, Atletico_MG tb, Gremio tb, entao ficou o sao paulo que esta com os miseros 2 pontos e 9 disputados, muito mas muito pouco para um time que se diz grande, com 3 titulos mundiais muitos brasileiros e paulista.
    Nao sou pessimista mas realista, nao acredito que conseguimos passar para a outra fase da libertadores apesar de depender somente de nos, e tb nao acredito que passemos para outra fase no paulista apesar de estarmos em segundo, e domingo perde para o Ituano, a nao ser por milagre o time resolva jogar ou o Bauza resolva usar a base quase inteira ai sim podemos crer em alguma coisa melhor.

  2. PP, tenho uma grande dúvida que já expus em outros comentários aqui e por isso gostaria de saber sua opinião, trocar o técnico, mas manter a diretoria atual, mudaria alguma coisa, pois na minha opinião o grande problema não é o técnico, embora não seja fã do estilo do Bauza, mas na minha opinião, não mudaria nada, absolutamente nada no time em campo. Dessa diretoria atual, deixaria apenas o Gustavo mais algum tempo, com aviso prévio, pois parece entender mais de futebol que o restante da diretoria e tentaria m ais um pouco com ele.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*